Menu

Zeos Travelling Agência de Viagens

TwitterFacebookPinterestGoogle+

fred oliveiraFred Oliveira é administrador de empresas onde atua nos ramos da comunicação, turismo e imóveis. Em sua tragetória de vida aprendeu que nada dura para sempre e que não se pode perder a oportunidade de mudar sempre. Aqui você vai ler sobre política, comportamento e turismo. Ele também escreve para os blogs Toda Crônica, Tô de Folga e Sempre Viajar.

honestidadeÉ lamentável como as pessoas estão agindo nos últimos tempos, guiam-se pela "conveniência" e não pelos valores, a ética, o justo, o moral, a civilidade e principalmente pela honestidade. E assim deixam-se levar pelo momento, esquecendo completamente do dia de amanhã.

Pode me considerar um cara antigo ou ultrapassado, mas para mim uma relação (social, amorosa ou profissional) só pode ser vantajosas se for bom para os dois lados, se os dois tiverem lucros, como meus pais me ensinaram e a vida me mostrou.

Cada dia que passa fico mais decepcionado ao ver o caminho que as relações estão tomando e não vejo muito futuro para uma sociedade com embasamento no "conveniente".

Ser conveniente é ser volúvel, ser manipulável e agir sem pensar nas consequências. Ser conveniente é querer levar vantagem em qualquer situação e não considerar o preceito do que é justo.

- É conveniente, então hoje eu posso dizer o que penso nas redes sociais, mesmo que seja uma falácia e que possa causar graves problemas a outra pessoa.

- É conveniente, então hoje eu posso usar uma pessoa para atingir os meus objetivos, mesmo que sejam os mais sórdidos e mesquinhos.

- É conveniente, então hoje eu posso romper com um contrato e acusar o outro por não ter cumprido com a sua parte, mesmo que tudo esteja claro, limpo, transparente e tenha sido assinado por todos.

- É conveniente, então hoje eu posso apossar de um bem de outra pessoa, afinal a outra pessoa deveria ter sido mais esperta e não 'ter dado bandeira'.

- É conveniente, então hoje eu posso julgar alguém pelas suas atitudes, esquecendo que também tenho meus defeitos, cometo meus erros e amanhã posso ser julgado por todos eles.

Parece que a conveniência passou a ser a palavra de ordem e para ser esperto é preciso ser conveniente. Mas ser esperto não é ser honesto, justo e ético, esperteza não é uma qualidade e sim uma atitude mesquinha e menor, afinal ser esperto não é ser inteligente e muito menos valoroso.

Esperteza - entre as mais diversas definições, é considerada a capacidade maliciosa de adaptar-se habilmente a situações adversas, tirando proveito da situação. Wikipédia

"É importante estabelecer uma diferença entre esperteza e inteligência. Usa-se muito o termo “esperto” para designar pessoas que encontram soluções e saídas de situações espinhosas, ou que sacam respostas com rapidez. Contudo, sem o mundo maior, sem o conhecimento e a visão das coisas, esse espírito vivo e curioso do esperto se resume à astúcia de “salvar a pele”. Podemos definir o esperto como aquela pessoa que tem inteligência prática e cuja referência é seu ego (ou seu umbigo?)" - texto retirado do blog Psicologia Dialética

Não! Não acredite que você não está se dando bem sendo conveniente e esperto, você está é se ridicularizando.

Não! Não pense que levará vantagem porque logo ali na frente alguém fará o mesmo com você, pois as pessoas já perceberam a sua desonestidade e sabem que você não terá como apontar uma atitude igualmente inescrupulosa.

Não! Não pense que basta deletar do Facebook aquele comentário maldoso e injusto tenha feito, porque ele já ficou guardado no íntimo das pessoas que um dia te julgarão pelas suas atitudes e tudo o que disse virá a tona, mesmo que não esteja mais em sua timeline.

Que moral você tem para falar mal de um político, julgar um criminoso ou apontar o dedo para mim? Será que seu passado é tão ilibado que lhe permite ser chamado de honesto(a)? Se você é conveniente não terá qualquer moral para falar nada de alguém e não queira fazer porque todos sabem que não é bem assim.

Mas nem tudo está perdido, ainda dá tempo de mudar as suas atitudes e o futuro que o(a) espera, basta agir pelo censo de justiça, legalidade e moralidade, assim em algum tempo seu passado (presente) sombrio será relevado e você estará redimido(a) perante o próprio espelho. Afinal a regra é muito simples, não faça com os outros o que não faria contra si mesmo(a).

Guarde o "pensamento" abaixo, leia, releia e reflita:

Entre a inteligência e a esperteza tem a mesma distância que há entre a águia a galinha. Se a última é rápida em bicar o grão de trigo no chão, a outra agarra uma 'galinha' que tenha avistado lá do alto do céu. (blog Psicologia Dialética)

Notícias de DiviCity

Tecnologia

Seções

Redação

Baladas

REDES SOCIAIS