Menu

TwitterFacebookPinterestGoogle+

atletico e flamengo no hortoDepois de mais de 40 dias, o Atlético voltou a vencer em casa pelo Campeonato Brasileiro. Recém-eliminado pelo Jorge Wilstermann na Copa Libertadores, o Galo buscou a reação diante do Flamengo, neste domingo, no Independência, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, e conquistou a vitória por 2 a 0. Fábio Santos, em cobrança de pênalti, e Rafael Moura marcaram os gols do triunfo que alivia a pressão no elenco atleticano.

Com o resultado, o Alvinegro quebra sequência de quatro derrotas em casa - Santos, Bahia, Vasco e Corinthians. Como mandante, a última foi no clássico contra o Cruzeiro, em 2 de julho, por 2 a 1, no Horto, pela 11ª rodada da Série A. A vitória na abertura do returno do Brasileirão faz o Atlético subir da 15ª para a nona colocação, com 26 pontos. O time carioca aparece três lugares acima na tabela, com 29 pontos.

Atlético só entra em campo novamente daqui a oito dias. O time de Rogério Micale enfrenta o Fluminense, na segunda-feira que vem, às 20h, no Rio de Janeiro. Já o Flamengo recebe o Atlético-GO, no próximo sábado, no Estádio Luso-Brasileiro. Antes, o Urubu encara o Botafogo pela semifinal da Copa do Brasil, nesta quarta.

VANTAGEM ALVINEGRA NO HORTO

Banner 300x300O primeiro tempo no Independência começou bastante agitado. O Atlético se mandou ao ataque e logo arriscou de fora da área, com Elias. O Flamengo respondeu com Berrío, em finalização de primeira. Victor, em dois tempos, fez a defesa. O Galo manteve o ímpeto ofensivo, mas cedeu espaço para rápidas jogadas do time rubro-negro, especialmente com o jovem Felipe Lizeu. Aos 15 minutos, O Alvinegro abriu o placar no Horto. Luan, na grande área, recebeu lançamento de Adílson e acabou derrubado Miguel Trauco: pênalti. Na cobrança, Fábio Santos deslocou o ex-atleticano Diego Alves, exímio pegador de pênaltis, e mandou no cantinho esquerdo: 1 a 0.

As equipes seguiram apostando em jogadas em velocidade e arriscaram poucos cruzamentos. Aos 17 minutos, o Atlético teve chance para ampliar a vantagem. Luan avançou pela ponta direita e cruzou. Rhodolfo tentou o corte, e a bola sobrou para Elias, que mandou de primeira, mas à esquerda do gol, com muito perigo. Seguro na defesa, o Galo perdeu o zagueiro Gabriel, lesionado, aos 32 minutos.Rogério Micale escolheu Felipe Santana.

Com toques rápidos na intermediária, o Atlético levou perigo novamente à meta adversária, aos 37 minutos. Elias e Luan tabelaram, Fábio Santos recebeu, foi à ponta esquerda e cruzou para Adílson, na área. A conclusão do volante, porém, passou por cima do gol. Luan e Elias também arriscaram chutes de fora da área, mas sem êxito. Com os três meias – Everton Ribeiro, Berrío e Geuvânio –, o Flamengo aumentou o ritmo nos minutos finais da etapa e passou a cruzar bolas para a grande área. A zaga mineira se manteve firme e neutralizou as investidas rubro-negra.

Notícias de DiviCity

Tecnologia

Seções

Redação

Baladas

REDES SOCIAIS