Menu

Banner Zeos Travelling

TwitterFacebookPinterestGoogle+

feed-image Siga o DiviCity.com
Banner Zeos Travelling

TURISMO

6 hotéis no Nordeste que valem a viagem de férias

  • Escrito por Trivago

Há pouco mais de um ano, o Room 5 lançou a série de Hotéis que Valem a Viagem. Mas o que faz um hotel valer a sua viagem? É como se você decidisse viajar para ficar naquele lugar: o hotel é o destino das suas férias. E, para se tornar um destino desejado, o hotel precisa oferecer uma estrutura sensacional, ter várias opções de lazer e atividades para todos os gostos, uma localização privilegiada e que a vista faça você perder a noção do tempo sem perceber.

Dentro dessas exigências, seis hotéis no Nordeste do Brasil ganharam o título Room5 de Hotéis que Valem a Viagem na Bahia, Pernambuco, Ceará e Alagoas. Para te convencer que, nas próximas férias, em vez de ir à cidade X ou Y, você pode ir ao Nannai ou ao Kiaroa, nós listamos alguns motivos que provam que existem hotéis que vão valer as suas férias. Olha só:

resort costa sauipeRESORT COSTA DO SAUÍPE (BA)

Se entre os Hotéis que Valem a Viagem existe um que não precisa justificar ser chamado de destino é o Costa do Sauípe. O complexo hoteleiro localizado a aproximadamente 80 km da capital, Salvador, é comumente citado como destino de férias.

Não é por menos: são três tipos de acomodações diferentes, um Resort, um Hotel Premium e a Pousada, e mais de 1.500 apartamentos divididos entre eles. Veja cada uma delas:

SAUÍPE RESORTS

Existe uma minicidade funcionando no complexo, com uma enorme área de lazer que soma 21 piscinas, bares, restaurantes, academia e quadras para praticar esportes. A beleza ao redor é preservada pelo hotel, que está em uma área de proteção ambiental.

banner zeostravelling 2017 468x60

ZORAH BEACH HOTEL - TRAIRI (CE)

zorah beach piscinaO litoral cearense foi o cenário escolhido para acomodar o Zorah Beach Hotel. São 140 km de Fortaleza até a praia de Guajiru, em Trairi, onde o hotel está instalado.

Dunas, coqueirais e praias semidesertas formam os arredores do Zorah que conta em sua estrutura com piscina, deck de frente para o mar, cabanas de massagem e um restaurante que serve culinária inspirada na Ásia.

NANNAI RESORT & SPA - PORTO DE GALINHAS (PE)

nannai resort bangaloO Nannai escolheu simplesmente Porto de Galinhas como endereço e levou de quebra as piscinas naturais de águas mornas da Praia de Muro Alto – uma delas, inclusive, fica bem em frente ao hotel!

Por falar em piscina, o Nannai tem cinco opções de acomodações e uma delas, os Bangalôs, com piscina privativa!

KIAROA - PENÍNSULA DE MARAÚ (BA)

kiaroa bangaloA Península do Maraú, na Bahia, é o endereço do Kiaroa, um Eco-Luxury Resort que foi indicado oito vezes ao prêmio de hotel mais verde do mundo.

O Kiaroa é um hotel sustentável que fica cercado por Mata Atlântica e só recebe 58 hóspedes por vez. A limitação do número de hóspedes, para proteger o local, também garante ainda mais o sossego no Kiaroa. Toda a tranquilidade pode ser aproveitada na praia, no Spa ou na rede da varanda de uma das suítes e bangalôs.

TIVOLI ECORESORT - PRAIA DO FORTE (BA)

tivoli ecoresort praia do forte ap premiumO Tivoli Ecosresort, na Praia do Forte, Bahia, tem 300 mil m² de área onde piscinas, campo de futebol, quadras de esportes, Spa, fitness center e muitos coqueiros estão distribuídos. Embora todo o espaço disponível e a megaestrutura que ainda acomoda 287 apartamentos, o hotel ocupa apenas 20% da área, para preservar a vegetação local.

O Tivoli é o destino ideal para levar as crianças. Lá, a recreação infantil começa bem cedo, às 9h da manhã e é cheia de atividades legais que incluem aulas sobre meio ambiente e oficina de arte.

KENOA - BARRA DE SÃO MIGUEL (AL)

hotel kenoa barra sao miguel praiaNem parece, mas o Kenoa fica a apenas 35 km da turística capital Maceió. Em um calmo balneário chamado de Barra de São Miguel, no Alagoas, o resort fica na beira da praia, entre barreiras de recifes e a Lagoa do Roteiro.

Além desse visual incrível que você pode ver na foto, o Kenoa completa a lista de pré-requisitos para fazer parte da seleção com: ofertas de passeios e experiências exclusivas, como a visita guiada a um criatório de ostras; e com o conforto das acomodações, que variam entre suítes e vilas.

Para completar a estrutura, ainda tem Spa, Fitness Center e um combinado entre Restaurante, Winebar & Lounge, o kaamo.

Tudo sobre bagagem de mão e bagagem despachada nos voos do Brasil

  • Escrito por Viagem e Turismo

dimensao das bagagens de mãoEm vigor desde março de 2017, as novas regras de bagagens, estabelecidas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), já fazem parte do dia a dia de quem viaja.

Válidas para os voos domésticos e internacionais, as novas regras modificaram não só os preços das bagagens despachadas mas também a franquia (a quantidade de peso e número de volumes que você pode carregar a bordo da aeronave) das bagagens de mão.

Veja o que mudou sobre bagagens com a regulamentação da Anac:

Bagagens de mão em voos nacionais

Quais foram as mudanças feitas para o transporte da bagagem de mão para viagens nacionais e internacionais com as novas regras da Anac? Com as novas regras, o limite de bagagem de mão oferecido pelas companhias aéreas aos passageiros deve ser de no mínimo 10kg para voos nacionais e internacionais. Antes da Resolução, o peso da bagagem de mão era de no máximo 5kg.

Cada empresa aérea definiu as dimensões da bagagem de acordo com seu próprio regulamento:

300x250 Menina AviadoraGOL

A bagagem de mão deve estar dentro das dimensões: 40 x 25 x 55 cm (comprimento x largura x altura). Caso contrário a empresa não permite o voo

AZUL

De acordo com o site da companhia, o peso limite é de 10kg e a soma das medidas de largura, altura e profundidade deve ser de, no máximo, 115 centímetros.

LATAM

Em todos os casos, as dimensões máximas devem ser de 55 x 35 x 25 cm (altura x largura x espessura), incluindo bolsos, rodas e alças.

Em voos dentro do Brasil em cabine Econômica, ou voos internacionais de/para o Brasil em cabine Economy, o limite é de 10 kg. Nos demais voos internacionais em cabine Economy, o limite é de 8 kg.

Em voos internacionais em cabines Premium Economy ou Premium Business, o limite é de 16 kg.

AVIANCA

Dimensões: todas as peças de bagagem, para voos nacionais e internacionais, devem ter no máximo 115 centímetros (45 polegadas) de altura, comprimento e largura.

A quantidade de bagagem de mão varia dependendo se o passageiro tem ou não status LifeMiles ou Star Alliance.

banner zeostravelling 2017 468x60

5 lugares que você precisa visitar em Capitólio, Minas Gerais

  • Escrito por Viagem e Turismo

1. TRILHA DO SOL

capitolio mg 1

“Com entrada pela pousada homônima, que fica na MG-050, km 304, é uma caminhada que dá nas cachoeiras Do Grito, Poço Dourado e No Limite. Rola ainda uma área de naturismo.”

2. PASSEIO DE BARCO

capitolio mg 2

“A melhor maneira de se conhecer a região é embarcar nos tours vendidos por pousadas e agências da região. Com paradas para banho, eles passam pelo Vale dos Tucanos, pelos cânions e pela deslumbrante Cachoeira Lagoa Azul.”

3. PARTE ALTA DOS CÂNIONS

capitolio mg 3

“É de onde se consegue a vista mais bonita de Capitólio: encoste o carro na beirada da estrada, pegue uma trilha de uns três minutos e depare com estes enormes paredões de pedra, que chegam a 20 metros de altura. Dali, despencam cascatas cristalinas, um cenário perfeito para aqueles que são amantes da natureza.”

4.  ESCARPAS DO LAGO

capitolio mg 4

“Eis um balneário a 7 quilômetros do Centro de Capitólio – cidade a 280 quilômetros de Belo Horizonte e a 440 de São Paulo. É um reduto de abonados, que por vezes ostentam helicópteros, carros luxuosos e lanchas nesta que é a maior marina de água doce da América Latina. Nela, é muito comum observar a galera praticando esportes náuticos, como wakeboard e stand-up paddle.”

5. CACHAÇA SOSSEGADA E RODRIGUINHA

capitolio mg 5

“Minas Gerais tem a ver com esta bebida, encontrada em duas fazendas de produção familiar abertas à visitação: a primeira fica na Estrada do Ambrósio; já a segunda, na estrada homônima; ambas no km 2.”

banner zeostravelling 2017 468x60

 

Filhos não são empecilho para viajar: família prova com fotos absolutamente lindas

  • Escrito por VIX por MANUELA PAGAN

familia vanthuyneAntes de ter filhos, é bom aproveitar para viajar porque depois fica difícil, certo? Não para a família de Tanya Vanthuyne. Junto com o marido, Trent, e seus dois filhos – Kade, de 2 anos, e Blake, de 6 anos – ela faz “mochilões” por lugares paradisíacos da província canadense de Alberta e posta as fotos em sua conta no Instagram.

Família viajante

Uma das imagens, que mostra seu filho mais novo em um cenário paradisíaco, foi vencedor do Hero Session Challenge, um concurso que premia a melhor foto de aventura no verão realizado pela empresa que produz as câmeras GoPro.

Em entrevista Tanya contou que os quatro saem em viagem para as montanhas algumas vezes por semana. “Kade geralmente se senta feito um rei em seu canguru enquanto curte a viagem, o que sempre acontece. Você não precisa de academia quando tem 10 kg extras nas suas costas. Ele me deixa forte!”, contou.

A maior curtição da família é o Stand Up Paddle - esporte em que o praticante fica em pé (ou sentado) sobre um tipo de prancha e se movimenta na água com o impulso de remos. Kade, o mais novo, acompanha a mãe desde que conseguiu sentar-se sozinho, e Blake, o mais velho, já é praticamente um profissional.

Viagens de aventura com crianças

300x250 Menina AviadoraPara Tanya, as crianças nunca são empecilho para viajar. “Nunca hesitamos antes de ir a qualquer lugar por causa das crianças, nós fazemos ajustes e fazemos acontecer”, conta. “Às vezes, pode ser difícil, afinal, eles são crianças, junto vêm a falta de paciência, a irritação, a hora do cochilo ou eles querendo fazer atividades diferentes”.

A solução, para Tanya, é muito simples: “Eu não crio expectativas, nós apenas seguimos o fluxo”.

Como resultado, a viagem acaba sendo ainda mais gratificante: “Eu amo tudo que diz respeito a ser mãe e ver como eles se sentem nessas viagens me faz ser uma pessoa melhor. Isso desacelera a vida para que a vida possa ser vivida. E eu sei que eles vão crescer apreciando as coisas simples. Sem mencionar as risadas sem fim e que cada experiência não tem preço, por mais clichê que isso seja. Isso tudo é muito bom”, finaliza.

9 erros que você comete nos seus roteiros de viagens internacionais

  • Escrito por Carpe Mundi

organizando a viagemEu, você, todos nós tomamos decisões das quais nos arrependemos nos nossos roteiros de viagem. E, muitas vezes, na próxima, repetimos os mesmos “erros” sem nos dar conta.

Aqui, algumas coisinhas que você deve prestar atenção para planejar seu próximo roteiro de viagem internacional.

ERROS COMUNS EM ROTEIROS DE VIAGEM:

Comprar voos que saem antes das 9h da manhã

Você vai escolher o horário de voo de uma cidade para outra e pensa: claro, vou pegar o mais cedo possível para aproveitar o dia. O que acontece na prática? Você percebe na noite anterior que vai ter que acordar 4 da matina, que o metrô ainda não abriu esse horário (ainda bem que hoje tem Uber pra resolver esse problema de deslocamento), e vai chegar no hotel supercedo e não vai poder fazer check-in. Ou seja: a história acaba com você zureta de sono esperando no lobby e possivelmente com um cochilo no momento em que você entrar no quarto. E aí ninguém aproveita nada, né?

Pensar que ônibus noturnos são sempre uma boa ideia para economizar tempo e dinheiro

Eventualmente eu pego sim ônibus noturnos, mas tem que ser em trajetos bem escolhidos. De preferência para viagens de mais de 7 horas e, se possível, em ônibus com leitos. Pegar um monte de ônibus noturnos durante a viagem te deixa cansado, e tem o mesmo problema do voo muito cedo: chegar no hotel muito antes do horário do check-in. Às vezes pode não ser tão ruim “perder” um dia todo no busão, principalmente se tiver uma paisagem bonita no caminho.

Ficar só uma noite numa cidade

Roteiro de 7 dias: o melhor da rota Lisboa-Madri

  • Escrito por Viagem e Turismo

ElvasNeste roteiro, os highlights são os castelos que surgem aqui e ali no alto de colinas em Portugal, os touros em outdoors na Espanha e os vários ninhos de cegonhas.

1º DIA

Ponto de partida: Lisboa
Ponto de chegada: Évora
Percurso: 134 km

Cerca de uma hora e meia separa Lisboa de uma das maiores joias portuguesas: a universitária Évora, no coração do Alentejo.

Cercada de belos campos de oliveira e monumentos megalíticos, a cidade, de 60 mil habitantes, guarda resquícios dos tempos da dominação romana na Península Ibérica e é uma graça de ser percorrida a pé. A dica é deixar o carro no hotel – que pode ser a Albergaria do Calvário (diárias desde € 98), pertinho de tudo e com belas cabeceiras confeccionadas em lã de Arraiolos, cidade próxima onde a tapeçaria foi inventada – e bater pernas sem rumo.

Bem pertinho dali, na Rua do Muro, tem-se uma das melhores vistas do impressionante Aqueduto da Água de Prata, projetado no século 16 pelo mesmo arquiteto responsável pelos traços da Torre de Belém, Francisco de Arruda. Mais cedo ou mais tarde, todas as ruas vão dar à Praça do Giraldo, construída no mesmo período no lugar em que, no século 12, os mouros foram derrocados pelos católicos.

Na hora do almoço, garanta uma mesa no Fialho, um bastião da boa comida regional portuguesa, em que desfilam pelos salões pratinhos contendo delícias como as empadinhas de lebre, os ovos com aspargos, muitos embutidos – tudo isso antes do prato principal. Deixe um espacinho para o melhor da doçaria conventual.

Coloque na lista de monumentos imperdíveis a Sé de Évora, uma imponente construção medieval que lembra um castelo, finalizada em meados do século 13; o Templo Romano, no Largo Conde de Vila Flor, um dos mais bem preservados exemplares do legado romano na Península Ibérica, do século 1; e a mítica Capela dos Ossos (Rua da República; € 4), idealizada por padres franciscanos no século 17, onde as colunas e as paredes são revestidas de ossos e crânios humanos.

“Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos”, diz um aviso logo à entrada – um alerta sobre a transitoriedade da vida. Termine o dia justamente celebrando a existência com um belo jantar no Botequim da Mouraria, pequenino e com atendimento familiar, onde se come de joelhos pratos como os cogumelos e os lombinhos de porco preto.

Notícias de DiviCity

Tecnologia

Seções

Redação

Baladas

REDES SOCIAIS