Menu
TwitterFacebookPinterestGoogle+

feed-image Siga o DiviCity.com
Banner Zeos Travelling

crimes

  • 5 erros que muitos cometem ao tentar uma vida fora do Brasil

    menina viajando sozinha“E se eu não conseguir me sustentar? E se não der certo? E se eu só perder tempo e dinheiro?”

    Essas são algumas das dúvidas e perguntas que aparecem na mente de pessoas pensando em largar tudo e tentar a vida fora do país. Todos dias ouço ou vejo alguém comentar que está indo ou que pensa em sair.

    Sinceramente é uma decisão bem difícil. E muitos cometem alguns erros bem bobos na hora de tentar a vida fora.

    Eu passei boa parte da minha vida adulta morando fora. Espero que isso não soe esnobe nem nada, mas é pra você ver que eu tenho experiência pra falar do assunto e ajudar você:

    Foram 6 meses em Londres…
    3 na Itália…
    8 em Sydney, na Austrália…
    1 ano viajando pelo sudeste da Ásia…
    2 anos em Barcelona…
    3 meses na América Central…
    E agora escrevo esse artigo pra você de Vancouver, no Canadá.

    Como eu fiz isso?

  • Acusado de espancar jovem até a morte é condenado em Divinópolis

    preso algemaFoi a júri popular nesta terça-feira (22) o jovem Yago Pozzolini, de 23 anos, acusado de participação no assassinato de um jovem em 2012.

    Na época, Yago e outras três pessoas se envolveram em uma briga com Fernando Alisson de Pádua, de 23 anos. O grupo espancou a vítima até a morte e esconderam o corpo em um córrego na Fazenda dos Bandeirantes, no Bairro Jardim Betânia, em Divinópolis.

    Leia também: Video de câmera de segurança do motel e escuta telefônica são usados pela defesa no julgamento do homicídio de Dinho Mourão

    O julgamento que durou 7 horas foi presidido pelo Juiz Mauro Riuji Yamane e durante o júri, Yago Pozzolini negou todas as acusações mas foi condenado a quatro anos de reclusão em regime semiaberto por lesão corporal seguida de morte.

    Os outros três jovens envolvidos no crime já foram julgados, dois deles condenados por lesão corporal e um por homicídio.

    Banner Unir Consultoria Imobiliária

  • Adolescente detido no Arpoador diz que agiu 'por prazer'

    assalto praia rio de janeiroFlagrado pelo GLOBO no último domingo roubando o celular da auxiliar de escritório Edith Rodrigues Leal, de 21 anos, na Praia do Arpoador, Z., de 16 anos, “tem tudo de que precisa”, segundo contou, na sexta-feira, sua mãe, uma faxineira com quem o jovem mora numa comunidade da Zona Norte, juntamente com uma irmã de 19.

    — Ele não precisa roubar — disse ela. — Quando vi a cena na TV, fiquei com vergonha. A gente ensina o caminho certo. Não concordo com o que meu filho fez. Ele não pode viver fazendo mal aos outros. Bati nele assim que chegamos em casa.

    Z. confirma as palavras da mãe. Em entrevista ao GLOBO, ele afirmou:

    — Eu roubei porque quis, por prazer.

    Logo após atacar sua vítima na praia, o jovem foi detido por um PM e levado para a 14ª DP (Leblon), de onde foi liberado na presença da mãe, que assinou um termo de responsabilidade.


    publicidade

    O pai de Z. também trabalha, num serviço de entregas do comércio, e não tem antecedentes criminais. Apesar de separado da mãe do jovem, ele não era ausente: até o ano passado, inclusive, pagava colégio particular para o rapaz. Z., no entanto, abandonou a escola no 4º ano e não quis mais estudar. Isso, aliás, foi motivo de uma briga entre os dois em julho passado. Desde então, eles não se viram mais, e o pai do adolescente cortou a ajuda de R$ 250 mensais dada à família para as despesas com o jovem.

  • Após ler mensagem no Facebook, mulher mata marido a facadas no PR

    homem morto facebookUma mulher matou o marido a facadas por causa de uma mensagem na rede social da vítima, na cidade de Paranaguá, no litoral do Paraná, na última sexta-feira (29). A suspeita está presa.

    De acordo com a polícia, Adner Dubiela, de 26 anos, havia bebido e discutido com a mulher, Hellen Eiglmeier Mendes, também de 26.

    Por volta de 5h30, ela pegou uma faca para se defender e acabou acertando o companheiro no peito. No entanto, o exame do Instituto Médico Legal prova que a mulher teria intenção de matar, devido à profundidade e a força do golpe. O corpo foi encontrado no chão da sala da casa, situada no bairro Palmital.

    A briga do casal teria começado depois que Hellen flagrou uma conversa suspeita no Facebook do companheiro, ainda segundo a polícia.

    Hellen está presa na Delegacia de Paranaguá e se diz arrependida do que fez. O casal tem um filho de dois anos.

  • Apreensões de armas em Divinópolis aumentou 20% após ações da Polícia Militar

    revolver apreendido divinopolisUma Audiência Pública para discutir a segurança em Divinópolis foi realizada, na noite desta quinta-feira (17), na Câmara Municipal. Na audiência estiveram presentes autoridades como delegados, vereadores. O que chamou a atenção foi a pequena participação da população. O plenário ficou praticamente vaziou.

    A audiência foi sugerida pelo gerente corporativo, Isaque Medeiros Amaral que levou o tema até a Central de Atendimento ao Cidadão (CAC) .

    publicidade

    “Deixei a minha ideia no CAC, eles abraçaram e conseguimos realizar a audiência publica para clamar pela segurança de nossa cidade”, contou.

    Um dos pontos enfatizado pelas autoridades foi a participação popular ao que se refere a assuntos de segurança publica.

    Para o vice-presidente da Associação Comunitária Para Assuntos de Segurança Pública (ACASP) José Levi, a segurança não é de responsabilidade somente das polícias, mas sim de todos os cidadãos.

    “A segurança publica é uma construção e como construção, precisamos de muitos operários para ajudar. Segundo o artigo 144 da constituição, a segurança publica é dever do estado, mas todos nós somos responsáveis.”, afirmou

    De acordo com o tenente coronel Marcelo Carlos, a Polícia Militar de Divinópolis tem desempenhado um papel importante na cidade, e com as novas operações realizadas, o índice de criminalidade tem caído.

    “A polícia Militar de Divinópolis tem feito muito. Temos realizado muitas ações e conseguimos reduções em alguns tipos de delitos aqui na cidade, conseguimos também um aumento de 20% na apreensões de arma de fogo. Tudo isso é fruto da ação da PM que não mede esforços diuturnamente e nosso objetivo é sempre a proteção do cidadão de bem”, comentou.

    Durante a audiência, o publico presente apresentou problemas e propostas que serão analisadas pelas autoridades.


    publicidade

  • Bandidos fazem arrastão no Posto de Saúde do São José em Divinópolis

    posto saude bairro sao jose divinopolisPacientes do posto de saúde no Bairro São José, em Divinópolis, foram assaltados na unidade na manhã desta quinta-feira (12). Segundo informações da Polícia Militar (PM), dois criminosos chegaram ao local a pé por volta das 8h30. Armados, eles anunciaram o roubo e levaram bolsas e pertences das vítimas.

    A PM ainda disse que, antes de entrarem, eles pegaram o capacete de uma moto que estava parada do lado de fora e um deles o colocou na cabeça na tentativa de não ser identificado. Uma médica que atendia na unidade e preferiu não ser identificada disse que eles agiram com violência.


    publicidade

    “Eu estava no consultório atendendo e ouvi muito barulho e gritaria. Os pacientes subiram para o andar de cima e trancaram as portas com medo. Disseram que um deles tentou roubar o tablet de uma criança com deficiência, mas a mãe dele pegou de volta da mão do bandido e ele tentou chutá-la, mas não conseguiu. Um dos criminosos machucou o braço de uma mulher ao puxar a bolsa do braço dela. Vários pacienets foram roubados na fila da farmácia”, contou.

    A polícia informou que os ladrões levaram carteiras, bolsas, mais de R$ 200 e celulares. Os dois fugiram na moto de uma das vítimas. Militares fazem rastreamento na região. Até o momento ninguém foi localizado.

  • Com 28 homicídios em 9 meses, Divinópolis alcança total de 2014

    policia militar mg 03Divinópolis já registrou 28 homicídios neste ano de 2015. O número é o mesmo de todo o ano de 2014. A Polícia Civil afirma que a maior parte dos crimes tem relação com o tráfico de drogas. A Polícia Militar (PM) garante que promove ações de combate a esse tipo de crime.

    Das 28 mortes, 24 são ligadas ao tráfico de drogas - acertos de contas entre traficantes e vinganças por dívidas entre vendedores e usuários. O mês de agosto somou 11 delas. Além disso, constam nos dados que a maior parte dos assassinatos envolve menores de idades. "O que aconteceu em agosto e no início de setembro foram casos pontuais e isolados de homicídios, num contexto de pessoas envolvidas com a criminalidade", alegou o delegado Luiz Quintão, da Polícia Civil.

    publicidade

    O homicídio mais recente ocorreu no dia 13 de setembro, entre as ruas 21 de Abril e Paraíba, quando um jovem de 23 anos foi morto a tiros. Testemunhas contaram à polícia que um homem ameaçou a vítima, depois voltou e atirou.

    Para o combate à criminalidade, a PM ressaltou que tem feito várias operações em dias cnsiderados mais perigosos e que um levantamento produzido pela própria corporação ajuda na elaboração dessas ações. "Queremos chegar ao fim do ano com uma redução da criminalidade, especialmente a violenta - que inclui roubos, homicídios, extorsões mediante sequestro, estupros etc. Também queremos dar mais sensação de segurança ao cidadão divinopolitano", concluiu o coronel Laércio dos Reis Gomes, da PM.


    publicidade

  • Criminoso se entrega e conta como matou servidor público em Divinópolis

    gilberto castanheiraUm dos suspeitos de participar da morte do comerciante e funcionário da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Divinópolis, Gilberto Castanheira Mendonça, foi apresentado nesta terça-feira (1º), pelo Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Belo Horizonte. Ele foi preso após se entregar, confessar o crime e dar detalhes sobre o caso.

    O crime ocorreu em 2013 e segundo o delegado responsável pelas investigações, Felipe Forjaz, são três suspeitos, sendo um homem e dois sobrinhos. Um dos criminosos, de 26 anos, procurou a Polícia Civil em Divinópolis, no dia 18 de novembro depois de saber das investigações na cidade e confessou participação no sequestro relâmpago seguido de morte. Outro envolvido está internado em coma no município de Sabará e o terceiro está foragido suspeito de estupro. "Mesmo internado foi cumprido o mandado de prisão. Se ele tiver alta será encaminhado ao presídio. Outro envolvido está foragido pelo crime de homicídio e estupro", comentou o delegado.

    Ainda de acordo com Forjaz, a DHPP assumiu o caso há seis meses, mas desde 2013 a polícia de Divinópolis investiga o crime. O suspeito que se entregou, deu detalhes da ação. Ele disse que abordou Gilberto na porta da casa dele no dia 26 de dezembro de 2013 e a intenção era utilizar o cartão de créditos da vítima.

    "Eles abasteceram o veículo, pois já sabiam que iam rodar com a vítima. Compraram bebidas e no município de Conceição do Pará o crime evoluiu para um homicídio. Amarraram as mãos de Gilberto e o jogaram dentro do Rio Pará. Contudo, não se sabe se ele estava vivo, pois o mantiveram com as mãos amarradas durante todo tempo com ele", disse.

    O carro da vítima foi encontrado queimado dois dias depois do sequestro. No mesmo dia o corpo foi encontrado boiando no Rio Pará, perto de Pitangui. A femília fez o reconhecimento da vítima.

    publicidade

    Desaparecido desde o dia 26

    Segundo os parentes do funcionário público, ele saiu de casa para ir ao supermercado um dia após o Natal e, desde então, não foi mais visto. O trio fez a abordagem neste dia e colocaram Gilberto dentro do carro. Neste momento já amarraram as mãos dele e começaram a usar o cartão de créditos dele. O suspeito está preso no Presídio de São Joaquim de Bicas e deve pegar de 24 a 30 anos de prisão pelo crime.


    publicidade

  • Divinópolis e Nova Serrana registram aumento de homicídios em cinco anos

    assassinatos 02Os homicídios aumentaram em Divinópolise Nova Serrana nos últimos cinco anos, conforme apontou estatísticas da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) e Polícia Civil. Os dados compreendem de 2010 a 2015 e, mesmo apresentando diferença entre os órgãos, retratam a sensação de insegurança que acomete a população. Em contrapartida, no mesmo período, não houve registros em Estrela do Indaiá, Serra da Saudade, Onça de Pitangui e Japaraíba.

    Para Divinópolis, a Seds apontou aumento de 20 homicídios em 2010 para 25 em outubro de 2015. A Polícia Civil registrou 35 crimes até 14 de dezembro deste ano, 15 a mais do que 2010. Em Nova Serrana, a Seds registrou 25 homicídios. Enquanto em 2010 foram 19. A estatística da Polícia Civil revela 45 homicídios na região de Nova Serrana, que engloba mais cinco municípios, durante o mesmo período de 2015. Enquanto em 2010, foram 25 registros.

    O delegado da Polícia Civil de Divinópolis, Marcos Henrique de Arruda Frota, afirma que os crimes têm ligação com o uso e tráfico de drogas. Ele acrescenta que 80% dos casos tem inquérito concluído. “Muitas vezes em um homicídio facções rivais estão em disputa por pontos de vendas de drogas. Às vezes, acontece que uma facção mata um rival e, logo em seguida, fazem revanche”, disse.

    O tenente Thiago Faria, da Polícia Militar, garante que o efetivo age de forma intensificada para coibir os assassinatos. “Até o mês de outubro, a Polícia Militar realizou 10.279 operações visando o combate à criminalidade e, também, ao crime de homicídios. Fez 286 ocorrências de tráfico de drogas, todas com prisões de pessoas envolvidas e apreensões de drogas’, disse.

    Banner Unir Consultoria Imobiliária

  • Garota que matou a mãe a facadas após ver vídeos do Estado Islâmico vai para a cadeia

    Adolescente Lisa BorchUma adolescente da cidade de Kvissel, no norte da Dinamarca, que matou a própria mãe a facadas após se tornar obcecada pelo Estado Islâmico foi condenada a 9 anos de prisão. Em outubro do ano passado, Lisa Borch, então com 15 anos, passou diversas horas na internet assistindo a vídeos de decapitação do grupo extremista na companhia do namorado Bakhtiar Abulla, de 39 anos, um muçulmano radical. Logo em seguida, ela deu vinte golpes com uma faca de cozinha na mãe.

    Tina Römer Holtegaard estava dormindo quando foi atacada pela filha. Depois de assassinar a mãe, Lisa ligou para a polícia: "Ouvi minha mãe gritar, olhei pela janela e vi um homem branco fugindo. Por favor, venham, está cheio de sangue aqui". Quando os policiais chegaram, a adolescente estava vendo vídeos em seu celular e apontou a direção do quarto da mãe sem tirar os olhos do aparelho.

    publicidade
    Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

    Jens Holtegaard, padrasto de Lisa, afirma que a garota começou a se interessar pelo grupo jihadista durante o relacionamento com o iraquiano Bakhtiar Abdulla, que ela conheceu em um centro para refugiados perto de sua casa. A jovem planejava viajar para a Síria para lutar ao lado dos extremistas do EI. "Nunca imaginei que ela pudesse fazer uma coisa dessas. Tina amava a filha e fazia tudo para ajudá-la", disse o padrasto.

    Ao longo do julgamento, Lisa afirmou diversas vezes que Abdulla teria desferido os golpes que mataram a mãe. O namorado, por sua vez, alegava que a mulher já estava morta quando ele chegou ao local. Como não foi possível identificar o assassino, ambos foram condenados. Abdulla foi sentenciado a 13 anos de prisão e será deportado após cumprir a pena.

  • Homem é morto a tiros no bairro Orion em Divinópolis

    assassinatos 02Um homem de 30 anos foi morto a tiros no Bairro Orion, em Divinópolis, na noite desta quinta-feira (27). Este foi o segundo homicídio registrado na cidade dentro de sete horas. No primeiro crime, um jovem de 18 anos foi detido.

    De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem andava na Rua Maria Zulmira quando o criminoso chegou e atirou várias vezes. A vítima morreu no local e o autor fugiu a pé sentido linha férrea. A vítima tinha passagens por roubo e tráfico de drogas. O suspeito não foi localizado.

    A perícia da Polícia Civil compareceu ao local e encontrou 14 estojos vazios e três projéteis de pistola calibre 380. Após o trabalho, o corpo foi levado pelo Serviço Municipal de Luto para o Instituo Médico Legal (IML).

    468x60 Menina Aviadora

  • Jovem é executado a tiros em Divinópolis

    De acordo com informações da Policia Militar, Gustavo Henrique de Sousa e Silva, de 23 anos, estava sentado na esquina da Rua Paraíba com 21 de Abril no centro de Divinópolis junto com a esposa dele e um amigo, Saimon Erick Lacerda de Andrade, de 25 anos, na noite deste domingo (13),momento em que um veículo Fiat Strada de cor verde, placa HNH-8081, que foi tomado de assalto no dia 08 de setembro na cidade de Cláudio, e era ocupado por dois homens, passou pelo trio e efetuaram cerca de 15 disparos com um pistola 9 mm contra os três.

    publicidade

  • Jovem é morto a tiros e homem fica ferido em Divinópolis

    policia militar mg 01Um jovem de 24 anos foi morto a tiros e um homem de 53 anos ficou ferido na manhã desta terça-feira (10), em Divinópolis. Segundo informações da Polícia Militar (PM), o jovem chegou a ser socorrido mas morreu a caminho do hospital. A outra vítima foi encaminhada ao hospital e o quadro de saúde é estável.

    Ainda de acordo com a PM, uma testemunha informou que por volta de 6h30 dois homens encapuzados chegaram até a residencia do jovem, efetuaram quatro disparos contra ele e fugiram a pé. O jovem correu por alguns metros até cair, momento em que foi socorrido por um morador. Ao chegar com o ferido a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), o homem de 53 anos foi atingido por um tiro. A suspeita é que o disparo tenha partido dos mesmos autores do atendado contra o jovem.

    O homem foi encaminhado a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e depois foi transferido ao Hospital São João de Deus. Os criminoso fugiram e até o momento não foram encontrados.


    publicidade

  • Jovem é morto por engano em Divinópolis

    homicidio divinopolisUm jovem, de 25 anos, foi assassinado a tiros neste sábado (05), em Divinópolis. De acordo com a Polícia Militar (PM), o rapaz teria sido morto por engano. O alvo dos bandidos seria o irmão dele. O crime aconteceu no bairro Manoel Valinhas.

    A vítima e outras pessoas estavam sentadas em uma calçada quando dois homens em uma moto chegaram, o garupa desceu e disparou vários tiros. Delson Leonardo Fagundes foi atingido por pelo menos seis tiros, três deles na cabeça. Ele morreu no local.

    Outro jovem, de 20 anos, foi atingido na perna. Ele foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA – 24 horas) e passa bem.

    Delson não tinha nenhuma passagem pela polícia e trabalhava. A suspeita, segundo a PM, é que o alvo seja o irmão dele, conhecido como “Charlinho”. Ele estava no local horas antes e contou a PM que foi ameaçado.

    Charlinho já foi vítima de tentativa de homicídio em dezembro do ano passado.

    O rapaz baleado na perna também não possui passagens pela PM.

  • PM encontra lista com nomes de pessoas “marcadas para morrer” em Nova Serrana

    Um homem de 25 anos foi preso e menores apreendidos na cidade de Nova Serrana. Com os suspeitos foram encontrados armas, dinheiro, lista de nomes de pessoas “marcadas para morrer” e grande quantidade de drogas. Segundo informações, os Militares perceberam na laje de uma casa, a presença de um menor que já era conhecido no meio policial envolvido em vários crimes na cidade; além de avistarem mais três menores na residência.

    publicidade
    Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

    Assim que viu a Polícia, o menor que estava em cima da laje tentou fugir, sendo perseguido pelos Militares e apreendido. Ao ser questionado, ele contou para os Militares que a casa estava sendo usada para vender drogas.

    Durante busca na casa, foram encontrados pela PM: 1 pistola 9mm, 20 munições intactas cal. 32; 1 revólver cal. 38, além de pedras de crack, dois tabletes de maconha, 17 buchas da mesma substância, 6 celulares, carregador de telefone, 1 televisão, 3 relógios de pulso, 1 pulseira de cor prata, além de outros materiais.

    Ainda durante busca, os Militares encontraram um caderno com uma lista com nomes de pessoas que estão marcadas para morrer no município. Os nomes não foram divulgados. Neste caderno havia três nomes riscados provavelmente de pessoas que já teriam sido alvo dos suspeitos. O homem de 25 anos foi preso, os menores foram apreendidos; e conduzidos para a delegacia da Polícia Civil, juntamente com os materiais apreendidos.

  • Policial

    Todas as notícias e informações sobre os crimes e a criminalidade em Divinópolis. Acompanhe em nosso jornal as notícias sobre a Polícia e como andam os crimes em nossa cidade.

  • Por herança filho mandou executar os pais em Nova Serrana

    caminhonete onde casal foi executado em nova serranaTrês homens suspeitos de matar um casal em junho deste ano em Nova Serrana serão apresentados pela Polícia Civil na tarde desta terça-feira (13). Entre eles está o filho das vítimas que, segundo o delegado responsável pelas investigações, Felipe Freiras, confessou ter contratado dois executores para matar os pais e ficar com a herança. Um terceiro envolvido no crime está foragido.

    Ainda segundo o delegado, o filho do casal arquitetou a morte dos pais durante meses. Neste período ele tentou contratar outros executores, contudo, não deu certo e ele então negociou com outros dois criminosos, um deles já trabalhou na fábrica de calçados das vítimas. "Ele combinou que pagaria R$ 30 mil para os dois executores. Há um terceiro envolvido que deu suporte no dia do crime. Um deles ainda está foragido", relatou Freitas.

    Leia também: Filho mata a mãe em Campo Belo

    Depois da conclusão de parte das investigações, o filho do casal confessou e deu detalhes do crime. “Ele viu que tínhamos muitos elementos que o incriminavam. Não foi possível negar”, destacou o delegado. O filho das vítimas ainda disse que o crime estava premeditado para o dia em que os pais fossem para o sítio, como era de costume da família. Um irmão mais novo, de 14 anos, também passaria o fim de semana no sítio, mas desistiu. "Ele também seria morto. O plano seria executar os pais e o irmão dele, para então não ter que dividir nada e ficar com todos os bens das vítimas", acrescentou sobre o depoimento.

    O crime

  • Quatro jovens são presos por tentativa de homicídio no bairro Santa Clara em Divinópolis

    jovens presos divinopolisUm jovem de 20 anos foi vítima de uma tentativa de homicídio na noite desse domingo (6), no bairro Santa Clara em Divinópolis. Segundo a Polícia Militar, a vítima estava entre as ruas JK e Joaquim André, no bairro Santa Clara, em um ponto de ônibus, quando foi questionado por um indivíduo, motivos para “mexer com a mulher” dele. O indivíduo então, sacou uma arma e atirou, acertando a perna esquerda da vítima, socorrida na UPA.

    A vítima ouviu uma mulher chamando o autor dos disparos pelo nome de Willian. Testemunhas informaram os policiais que os suspeitos fugiram sentido ao bairro Afonso Pena. Após rastreamento, foram localizados dois homens de 18 e 24 anos e duas mulheres, de 18 e 19 anos.

    Rodrigo Cândido da Silva, de 24 anos, Willian Dias da Silva de 18 anos, Carina Gonçalves de Oliveira, de 18 anos e Mariele Dias da Silva, de 19 foram abordados e reconhecidos por testemunhas do crime. Willian foi apontado como autor dos disparos e os demais, teriam ajudado o rapaz a fugir do local após alvejar o jovem.

    publicidade
  • Tático Móvel evita possível assalto em Divinópolis

    A Polícia Militar recebeu uma denúncia relatando que havia duas pessoas em atitudes suspeitas no bairro Bom Pastor, em Divinópolis. Equipe do Tático Móvel foi ao local e abordou os suspeitos, eles estavam portando capacetes e na cintura de um deles foi localizado um revolver calibre .32, com seis munições intactas.

    No flagrante, feita a averiguação na residência do menor (16 anos) foi encontrado uma touca “ninja” dentro de um sofá. Na casa do acusado de 18 anos, foi localizado duas porções de cocaína.

    O acusado D.G.S, de 18 anos, morador do Nova Fortaleza e preso, o menor F.O.J, também do Nova Fortaleza, foi apreendido. A equipe policial e os envolvidos aguardam recebimento na Delegacia de Policia Civil.


    publicidade

  • Um assassinato é registrado a cada meia hora nas capitais brasileiras

    protesto copaDados da 9ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública mostram que uma pessoa é assassinada a cada meia hora nas capitais brasileiras. Foram registradas, em 2014, 33 mortes a cada 100 mil habitantes nessas cidades. No ano anterior, a taxa foi de 25,2 mortes por 100 mil.

    O anuário leva em consideração mortes violentas intencionais e revela que, no ano passado, houve 15.932 mortes, uma alta de 0,8% comparado a 2013. Fortaleza é capital com maior índice, com uma taxa média de 77,3 por 100 mil, e São Paulo, a última, com 11,4.

    São Luís aparece em terceiro lugar no ranking, mas, segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, é a capital com maior número absoluto de lesões corporais seguidas de morte – linchamentos ou espancamentos –, segundo relata o G1.

    Oito das nove capitais do Nordeste aparecem listadas entre as 10 primeiras com maior número de mortes a cada 100 mil habitantes.

    Cruzando os dados do anuário com os gastos de Segurança Pública do ano passado, é possível notar que as capitais dos Estados que tiveram um menor investimento no setor, como Piauí, Mato Grosso e Paraíba, aparecem entre as dez que mais registram assassinatos em 2014.


    publicidade

    mapa homicidios no brasil

Notícias de DiviCity

Tecnologia

Seções

Redação

Baladas

REDES SOCIAIS