Menu
TwitterFacebookPinterestGoogle+

feed-image Siga o DiviCity.com

musicas

  • ‘Japonês’ da Lava Jato vira marchinha de carnaval (video)

    japones da policia federalFigura sempre presente nas prisões da Operação Lava Jato, citado em gravação de conversa do senador Delcídio Amaral (PT-MS), o agente da Polícia Federal Newton Ishii agora é tema de marchinha de carnaval. Começou a circular desta quinta-feira, 3, na internet o vídeo “Marchinha do japonês da Federal”, em referência ao chefe do Núcleo de Operações da PF de Curitiba (PR), palco da Lava Jato.

    Composta pelo advogado e compositor Thiago Vasconcellos de Souza, de 36 anos, em parceria com seus colegas músicos identificados como “Dani Batistonne”, “Jabolinha” e “Tigrão”, a música homenageia a operação após o apelido de Ishii aparecer nos áudios das conversas de Delcídio. Em diálogo com o parlamentar e o advogado de Nestor Cerveró, Edson Ribeiro, o chefe de gabinete do senador, Diogo Ferreira, cita o agente da PF como o “japonês bonzinho”. O trio foi preso no dia 25, por suspeita de tentarem prejudicar a Lava Jato e planejar uma fuga do ex-diretor da Petrobrás.

    Letra da marchinha

    Aí meu Deus, me dei mal
    Bateu à minha porta
    O Japonês da Federal!"

    Dormia o sono dos justos
    Raiava o dia, eram quase seis
    Escutei um barulhão
    Avistei o camburão
    Abri a porta e o Japonês, então, falou:
    - Vem pra cá!
    Você ganhou uma viagem ao Paraná!

    "Aí meu Deus, me dei mal
    Bateu à minha porta
    O Japonês da Federal!"

    Com o coração na mão
    Eu respondi: o senhor está errado!
    Sou Trabalhador...
    Não sou lobista, senador ou deputado!

    “Aí meu Deus/ me dei mal/ bateu à minha porta/ o Japonês da Federal!”, diz o refrão da música, composta por Thiago Souza para o concurso de marchinhas carnavalescas da Fundição Progresso, no Rio de Janeiro, cujas inscrições começam neste sábado, 5. “Achei que o japonês era o personagem perfeito para uma marchinha, um cara que ninguém conhece direito mas todo mundo conhece e acabou virando uma personalidade emblemática”, conta o compositor, que decidiu divulgar sua música na internet antes das inscrições.

    Thiago diz não ser filiado a nenhum partido e que essa é a primeira marchinha que faz com referência a um tema político. Atualmente morando em Campinas, ele conta que começou a compor sambas em 2007, quando morava na Vila Madalena, bairro boêmio da capital paulista. Foi convidado por um colega de bar a compor para escolas de samba da capital e chegou até a fazer composições vencedoras do carnaval paulistano deste ano.

    “Comecei frequentando a Pérola Negra, depois fui padrinho da Império de Casa Verde por três anos e ai entrei na ala de compositor da Mangueira (escola do Rio de Janeiro) por volta de 2010, quando teve um concurso de samba de terreiro”, conta Thiago, que fez os sambas deste ano da Dragões da Real, escola do grupo especial do carnaval de São Paulo e da escola Morro de Casa Verde, do grupo de acesso.


    publicidade

  • "As letras do sertanejo são muito pouco desenvolvidas", diz Nando Reis

    nando reis cantorNando Reis está incomodado. E isso nada tem a ver com a recepção de seu novo trabalho, o intimista e ao vivo "Voz e Violão - No Recreio - Vol. 1". O desconforto começou há cerca de dois meses, em um uma sessão de fisioterapia, e culminou em 30 dias sem poder chegar perto de um violão.

    "Eu treino, e tive um problema no ombro. Mas aí veio essa lesão na articulação do dedo da mão esquerda. Tive que ficar um mês de molho, fazendo shows em um arranjo diferente, só cantando. Está doendo pra caramba ainda", conta ele ao UOL, sentado na varanda de sua casa cor de goiaba no bairro do Pacaembu, em São Paulo.

    Logo ao lado, em sua espaçosa e arejada sala de estar, Nando guarda parte de um rico universo musical. Instrumentos e amplificadores acomodados pelos cantos, edições luxuosas de livros sobre a história da música em uma mesa lateral, cerca de 300 LPs clássicos em invejável estado de conservação no pé de uma das paredes --são especialmente grandes as coleções de Bob Dylan e Neil Young--, além de um quebra-cabeças de 1.500 peças, recém-importado da Inglaterra e ainda em fase de construção.

    "Ah, mas isso é uma herança familiar. Um deleite. A coisa mais gostosa do mundo é sentar ali com minhas filhas e ficar ouvindo música e montando", conta Nando, em um dos parcos momentos de amenidades da entrevista. Franco, o ex-Titã não titubeia ante a nenhum assunto. Ou quase isso: exceção feita à sua conhecida relação com a cocaína.

    Sobrou --e muito-- para os críticos musicais ("a visão que têm sobre meu trabalho é a de que, por ser popular, é carente de qualidade artística"), para a nova modalidade do fã caça-selfie ("isso me enche o saco"), para os sertanejos ("acho as letras muito pouco desenvolvidas") e até para o seu time de coração ("o São Paulo está quebrado").

    UOL - Por que lançar um formato em voz e violão agora?

  • As 20 músicas ideais para acordar, segundo o Spotify e Cambridge

    banda coldplayA música Viva La Vida da banda britânica Coldplay é a ideal para se levantar de manhã, segundo um estudo do aplicativo Spotify e do psicólogo musical David M. Greenberg, da Universidade de Cambridge (Reino Unido).

    Os autores do estudo publicaram uma lista com as 20 canções supostamente perfeitas para se levantar alegremente da cama. Greenberg e o Spotify buscaram nas músicas características como uma letra positiva, um aumento gradual do ritmo (sem arranques muito vigorosos) e um tempo entre 100 a 130 batidas por minuto.

    “Sair da cama é duro. É uma autêntica luta, às vezes até mesmo uma batalha, passar do cansado e agitado ao alerta e motivado”, afirmou Greenberg em um comunicado. “A ciência mostra que a música nos afeta de muitas formas, incluindo emocionalmente, fisiologicamente e no cérebro. A música adequada, como Viva La Vida do Coldplay com sua energia positiva e seu ímpeto, pode ajudá-lo a se levantar, obter energia e enfrentar o resto do dia” afirma o psicólogo musical.

    publicidade

    A lista completa, batizada de Wake Up ("Levante", em inglês), é a seguinte:

    1. Coldplay - Viva La Vida

    2. St. Lucia - Elevate

    3. Macklemore & Ryan Lewis - Downtown

    4. Bill Withers - Lovely Day

    5. Avicii - Wake Me Up

    6. Pentatonix - Can't Sleep Love

    7. Demi Lovato - Confident

    8. Arcade Fire - Wake Up

    9. Hailee Steinfeld - Love Myself

    10. Sam Smith - Money On My Mind

    11. Esperanza Spalding - I Can't Help It

    12. John Newman - Come and Get It

    13. Felix Jaehn - Ain’t Nobody (Loves Me Better)

    14. Mark Ronson - Feel Right

    15. Clean Bandit - Rather Be

    16. Katrina & The Waves - Walking on Sunshine

    17. Imagine Dragons - On Top of the World

    18. MisterWives - Reflections

    19. Carly Rae Jepsen - Warm Blood

    20. iLoveMemphis - Hit The Quan

    Banner Zeos Travelling

    Nossa contribuição para o final de semana de bem com a vida!

  • Divinopolitano é o autor da música “Sosseguei” sucesso na voz de Jorge e Mateus

    jorge e mateus cantando sossegueiA música mais ouvida neste ano nas rádios conta a história de um rapaz que largou a vida de solteiro e agora só quer dividir o brigadeiro com a namorada. “Sosseguei” é um hit na voz de Jorge & Mateus, mas seu autor é o mineiro Thallys Pacheco, 25. “Escrevi essa música em 20 minutos”, disse ele ao UOL. O sucesso rendeu: com o dinheiro que ganhei com a composição, pagou a faculdade de odontologia do irmão gêmeo. “E pretendo comprar um apartamento para a minha mãe. Ainda não ganhei meu primeiro milhão, mas estou próximo”.

    O ranking das músicas mais ouvidas foi divulgado pelo Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição), que apurou nas rádios entre janeiro e março de 2016. Além de ter faixa mais tocada, Pacheco ocupou também o 1º lugar da lista de autores que mais ganharam dinheiro com direitos autorais no segmento de rádios. Ele superou, inclusive, o antes imbatível Bruno Caliman, autor de “Camaro Amarelo”, de Munhoz & Mariano e “Domingo de Manhã”, de Marcos & Belutti.

    Sobre “Sosseguei”, Pacheco disse que a inspiração veio da “promessa que todo homem faz mas não cumpre”. “Será que o homem vai sossegar mesmo?”, brincou o artista, que tem como referência musical Zezé Di Camargo & Luciano, Chitãozinho & Xororó, Rick & Renner e Daniel.

Notícias de DiviCity

Tecnologia

Seções

Redação

Baladas

REDES SOCIAIS