Menu
TwitterFacebookPinterestGoogle+

feed-image Siga o DiviCity.com

filmes

  • "Os Dez Mandamentos" estreia com lugares vagos em sessões esgotadas

    sala de cinema filme os dez mandamentos"Os Dez Mandamentos" estreou nesta quinta-feira (28) com quatro sessões esgotadas (12:45, 15:30, 17:15 e 18:15) no shopping Metrô Boulevard Tatuapé, na zona leste de São Paulo. O cinema é um dos preferidos pelo público que mora na região e também um dos mais próximos ao Templo de Salomão, que pertence à Igreja Universal do Reino de Deus.

    O movimento nas salas, no entanto, passou longe da lotação. A cinco minutos da primeira sessão, às 11h45, apenas 75 pessoas ocupavam a sala 2, com capacidade para receber um público de 230. Na bilheteria, porém, restava apenas 1 ingresso para compra.

    O mesmo fenômeno aconteceu uma hora depois, na sessão das 12h45, cujos ingressos estavam esgotados desde o início da pré-venda. Na sala 3, a maior disponível no local, com 353 lugares, um público de cerca de 130 pessoas preenchia as poltronas.

    A Igreja Universal do Reino de Deus, cujos bispos e pastores controlam a emissora, trabalhou duro para que a pré-venda da versão cinematográfica da novela batesse o recorde de 3 milhões de ingressos. Além de incentivar a compra de entradas nos cultos, muitos espectadores contaram à reportagem que estavam indo ao cinema nesta quinta com ingressos gratuitos ou pagos nas próprias sedes por R$ 11 reais. Os ingressos nas bilheterias custam R$ 23.

    Emilly Maria , 16, foi um dos beneficiados. Ela conta que conseguiu dois ingressos grátis com um grupo de jovens da Igreja Universal. Quem também se beneficiou com o par de entradas foi a irmã Evelyn Marina Nascimento, 23. Frequentadora da Assembleia de Deus em Itaquera, Evelyn levou os filhos Lucas, de 4 meses, e Kemilly, de 3 anos, que não pagam a entrada. "Trouxe ela porque estava doida para assistir. Não perdia um capítulo da novela", explica a mãe orgulhosa.

  • Agência de turismo leva clientes para os cenários de Star Wars ou Piratas do Caribe

    viagem cenario de star warsEmpresários brasileiros investiram na paixão do consumidor "geek" por tudo relacionado a séries, filmes e livros para criar agências de turismo com pacotes específicos para quem quer conhecer os cenários dessas obras.

    Alexandre Chaves, 45, inaugurou em dezembro passado a agência on-line Epic Turismo. A ideia para o negócio veio depois de não terem encontrado no mercado uma empresa que oferecesse esse tipo de serviço.

    A Epic tem roteiros como o King's Landing, que leva os aficionados por "Game of Thrones" ao cenário de filmagem da série na Croácia; o 300 de Esparta, que tem como destino a Grécia, além de viagens aos parques da Disney nos EUA para fim de semana temático de "Star Wars".

    Os preços para viagens entre quatro e seis noites, sem passagem aérea, ficam em torno de €1.500 a €2.000 (R$ 6.000 a R$ 8.000).

    A recente desvalorização do real, contudo, levou Chaves a repensar a estratégia do negócio. A viagem para conhecer os locais de filmagem de "O Hobbit", na Nova Zelândia, está desenhada, mas seu lançamento foi adiado.

    No lugar, o empresário está criando alternativas nacionais, como a que levará amantes de jogos de RPG e de tabuleiro para um fim de semana em um hotel com temática medieval no interior do Estado de São Paulo.

    DE BLOG A EMPRESA

  • Carona vira tema de curta-metragem produzido em Divinópolis

    atores filme carona divinopolisO cineasta Alisson Resende, de Divinópolis, se prepara para lançar em outubro o curta-metragem "Carona", produzido por pessoas da cidade e com recursos próprios no valor de R$ 50. Faltando cerca de um mês para a estreia, ele fala sobre a produção, gravação e elenco do curta. O lançamento será no dia 6 de outubro, às 19h no Centro Universitário UNA, que fica na Rua Coronel João Notini, 151, no Centro. A entrada é gratuita.

    De acordo com Alisson a produção é um romance contemporâneo, baseado nas caronas oferecidas por meio das redes sociais e que o tema partiu de uma experiência dele em compartilhar caronas. Contudo, o curta acontece em um roteiro de ficção e a carona a que ele se refere não é uma qualquer. O motorista se apaixona por uma das caroneiras e o resultado é um amor não correspondido.

    Todas as cenas foram gravadas em Divinópolis. O cineasta diz que apesar do trabalho delicado, tudo ficou pronto em 10 horas e relata que contou com apoio de amigos para a idealização do projeto. "O tema do curta surgiu justamente porque eu já utilizei esse método de caronas compartilhadas. E do nada eu pensei: Por que não escrever um roteiro sobre algo tão coletivo e real? Toda equipe é formada por amigos de longa data. A maioria amantes do cinema. Sāo amigos da época da faculdade, amigos de profissão e da vida", destacou.

Notícias de DiviCity

Tecnologia

Seções

Redação

Baladas

REDES SOCIAIS