Menu
Empresários de Itaúna são investigados por falsificação e contrabando

Empresários de Itaúna são investiga…

O Ministério Público Feder...

O sexo flexível dos héteros

O sexo flexível dos héteros

Ter relações sexuais espor...

Leilão da Receita Federal tem IPhones, vinhos, relógios e drones

Leilão da Receita Federal tem IPhon…

No dia 25 de agosto, a Receita Federal r...

Duas mulheres são encontradas mortas em sacos plásticos em MG

Duas mulheres são encontradas morta…

Os assassinatos de duas mulheres com req...

Divinopolitano disputa emprego de R$100 mil

Divinopolitano disputa emprego de R…

Parece fackenews, mas não é...

Justiça manda herdeira que prometeu R$ 500 mil a Lula pagar dívida antes

Justiça manda herdeira que prometeu…

A Justiça de São Paulo det...

CNH digital deve ser implantada antes de fevereiro

CNH digital deve ser implantada ant…

O Conselho Nacional de Trânsito (C...

Jovem é encontrada morta; fotos de corpo foram enviadas pelo WhatsApp para amigos e familiares

Jovem é encontrada morta; fotos de …

Uma jovem de 16 anos foi encontrada mort...

Suspeito de vários estupros é preso em distrito de Itapecerica e apresentado em Divinópolis

Suspeito de vários estupros é preso…

Polícia Civil em Divinópol...

Preços de passagens internacionais a partir do Brasil têm redução

Preços de passagens internacionais …

As tarifas aéreas internacionais ...

Prev Next
TwitterFacebookPinterestGoogle+

Banner Zeos Travelling

acccom combate cancerDepois de um ano parado, o acelerador linear , aparelho utilizado no atendimento de radioterapia do Hospital do Câncer em Divinópolis, está apto funcionar. O equipamento foi vistoriado por técnicos da Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen). A unidade recebeu o laudo de autorização de funcionamento na segunda-feira (4), entretanto não há previsão de início de atendimentos.

De acordo com o físico médico Rômulo Verdolin, com o aparelho será dobrada a capacidade de atendimentos. Se antes cerca de 100 pessoas faziam o tratamento diariamente, agora cerca de 200 poderão ser atendidas. "Entretanto, dependerá da demanda e de autorizações prévias do hospital. Certamente agora são dois aparelhos aptos, a capacidade dobra, sem dúvidas", destacou.

O aparelho que faz o tratamento atualmente está disponível no hospital há cerca de 15 anos, segundo a unidade e, por conta da demanda, há pacientes que aguardam meses pelo tratamento que poderia ser mais ágil. Quem precisa passar pelo procedimento, têm que esperar, segundo a unidade. Com o novo aparelho a demanda será suprida, como destacou Rômulo.

O aparelho novo chegou no ano passado no hospital. De acordo com a assessoria da Acccom, ele foi viabilizado com recursos públicos no valor de R$ 1,8 milhão. Mais R$ 2 milhões foram fornecidos pela Associação.

Notícias de DiviCity

Tecnologia

Seções

Redação

Baladas

REDES SOCIAIS