Menu
Wesley Safadão e mais quatro atrações se apresentam em Divinópolis

Wesley Safadão e mais quatro atraçõ…

Vem ai mais uma parceria organizada po...

Dois homens são presos por comprar drogas em Divinópolis para revender em Marilândia

Dois homens são presos por comprar …

A Polícia Militar foi acionada ...

O caso da passagem aérea falsa da blogueira Gabriela Pugliesi

O caso da passagem aérea falsa da b…

Um dos assuntos mais comentado nas red...

Vale-transporte em Divinópolis sobe para R$ 4,05

Vale-transporte em Divinópolis sobe…

O vale-transporte terá um reaju...

Uma mulher, dois homens: casal conta como o swing mudou suas vidas

Uma mulher, dois homens: casal cont…

Sarah, 35, e Mauro, 45, são cas...

Trio rouba caminhão com carga avaliada em R$ 200 mil em Divinópolis

Trio rouba caminhão com carga avali…

  Três pessoas foram presas ...

Homem é preso com tabletes de maconha em Divinópolis

Homem é preso com tabletes de macon…

Foi preso na madrugada desse sá...

Vestibular da UEMG será amanhã

Vestibular da UEMG será amanhã

Será realizado neste domingo, 7...

Chuvas em Divinópolis faz rio Itapecerica ficar 50 cm acima do eixo

Chuvas em Divinópolis faz rio Itape…

O grande volume de chuvas que caiu na ...

Volta as aulas nas escolas estaduais só depois do carnaval de 2018

Volta as aulas nas escolas estaduai…

A Secretaria de Educação...

Prev Next
TwitterFacebookPinterestGoogle+

feed-image Siga o DiviCity.com
Banner Zeos Travelling

Vestibular da UEMG será amanhã

  • Escrito por Redação DiviCity.com

UEMG faculdade em Divinópolis

Será realizado neste domingo, 7, o vestibular da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg). O local de provas de cada candidato está disponível no comprovante definitivo de inscrição, de acesso individual no site do concurso.

Os portões serão abertos ao meio dia e a aplicação das provas começa às 13h30. A instituição recomenda que os candidatos cheguem ao local de prova com, pelo menos, uma hora de antecedência.

APLICAÇÃO

Em 4h30, os candidatos responderão a 54 questões das disciplinas de redação, língua portuguesa, literatura brasileira, física, história, matemática, química, biologia, geografia e língua estrangeira. A prova inclui ainda a escrita de uma redação.

468x60 Menina Aviadora

VAGAS

Em Divinópolis, ao todo, são oferecidas 430 vagas nas 17 graduações da instituição. Os cursos mais concorridos na unidade são fisioterapia e psicologia, com 15 e 14 candidatos por vaga, respectivamente.

O resultado oficial do vestibular será divulgado até o dia 9 de fevereiro no site do concurso.

Escola Halim Souki alega falta de recursos e pede que pais contribuam com materiais de higiene

  • Escrito por G37 | Foto: Christyam de Lima

escola halim souki divinopolisUm bilhete escolar um tanto peculiar chamou a atenção de pais e responsáveis por estudantes matriculados na Escola Estadual Halim Souki, no bairro Catalão, em Divinópolis. No papel, veio escrito o seguinte recado: “A escola não está com verba suficiente de manutenção, no ano de 2017, ainda não assinamos nem o termo de compromisso. Precisamos da ajuda de vocês para mantermos papel higiênico nos banheiros”. Uma situação que chega a preocupar, tendo em vista que já passamos um pouco mais do meio do ano letivo. Embora o pedido da escola não veio com sentindo de imposição aos pais, os mesmos sabem que, se não ajudarem, seus filhos podem vir a passar por necessidades dentro do ambiente escolar.

Não é a primeira vez que chega até a imprensa situações como esta, de escolas estaduais terem que recorrer aos pais para garantir uma melhor condição de estudos a seus filhos. Já houve casos em que foram pedidos materiais de ‘escritório’, como por exemplo, folhas tamanho A4 para a impressão de trabalhos e provas – as justificativas são sempre as mesmas, a falta de verba no caixa escolar.

A falta de recursos das escolas estaduais na cidade está diretamente ligada à situação do Governo de Minas, que no momento, todos sabem que o cofre estadual anda no vermelho. Entretanto, a obrigação de manter em dia e garantir principalmente estes itens dentro das escolas são de inteira obrigação da Secretaria Estadual de Educação, que por sua vez, tem suas Superintendências Regionais de Ensino (SER) – para fazer a distribuição das verbas e essa conexão com o Governo.

Pacotes de viagemCONTATO

Nossa equipe de reportagem tentou contato com a escola, por meio do telefone disponibilizado no bilhete enviado aos pais, contudo, até o fechamento desta matéria, não foi possível ouvir a direção da unidade escolar.

Já a assessoria da Superintendência Regional de Ensino, ficou de nos responder um e-mail esclarecendo a situação e também, até o fechamento da edição, não obtivemos um retorno. Porém, durante contanto com a Regional para pedir um posicionamento, fomos informados de forma informal que o termo de compromisso havia sido assinado na última segunda-feira, mas a vinda do recurso ainda não tinha data fechada.

LEI

Mesmo não sendo este o caso do assunto relatado acima, cabe reforçar alguns dos itens que, por lei, são proibidos as escolas cobrarem em listas de material escolar: Material de uso coletivo - A Lei Federal n° 9.870/99 dispõe no art. 1º, § 7º que a cláusula contratual que obrigue o contratante ao pagamento adicional ou ao fornecimento de qualquer material escolar de uso coletivo dos estudantes ou da instituição será nula. O material que beneficia a coletividade de alunos como um todo já deve ser considerado na formação do valor da mensalidade, cuja discriminação deve constar de planilha que justifique ou fundamente eventual reajuste.

Materiais de limpeza não podem constar de lista de material escolar, pois, por não serem manuseáveis pela criança, não poderão ser dedicados ao seu uso individual e específico. Mesmo materiais de limpeza não químicos, como algodão e papel higiênico não podem ser exigidos. Material de uso Administrativo: A lista de material escolar não pode exigir material de consumo, de expediente ou de uso genérico, como papel-ofício, papel higiênico, fita adesiva, cartolina, estêncil e tinta para mimeógrafo, verniz corretor e álcool.


publicidade

Café Literário traz a escritora juvenil Babi Dewet à Divinópolis

  • Escrito por DiviCity.com

Babi Dewet em DivinpolisDivinópolis é realmente uma cidade abençoada, mesmo em um momento conturbado como esse algumas pessoas se empenham e realizam grandes façanhas sem qualquer ajuda do poder público e com poucos patrocínios da iniciativa privada.

Assim, com parcos recursos, mas com muita vontade de levar educação de qualidade aos seus alunos, a professora Paula Oliveira trará a cidade a escritora Babi Dewet para uma tarde de autógrafos.

Mais do que aproximar os jovens do seu ídolo, a professora espera que a troca de informações faça com que os jovens enxerguem um futuro até então distante e inalcançável. Trazer a escritora para perto desses meninos é dar a eles a oportunidade de descobrir um novo caminho para a vida.

Babi Dewet tem 29 anos, mora em São Paulo, é autora da trilogia de livros Sábado à Noite, do conto Um Outono Inesquecível em "Um Ano Inesquecível", e do livro "Sonata em Punk Rock" da trilogia Cidade da Música, ela é formada em cinema e faz vídeos para o seu canal no Youtube onde tem mais de 80.000 seguidores e fala de assuntos que vão de maquilagem a rappers coreanos.

Para conseguir realizar esse evento Paula Oliveira contou apenas com a colaboração voluntária de R$ 2,00 de cada aluno, do apoio das escolas e de duas empresas da cidade.

O Café Literário acontece no dia 11 de agosto às 14 horas na Escola Ilídio da Costa Pereira e depois haverá uma tarde de autógrafos na livraria Loreto no shopping Pátio Divinópolis. O evento conta com o apoio da Livraria Loreto, da Zeos Travelling Agência de Viagens e das escolas Padre Matias Lobato, Manoel Corrêa Filho, Antônio Gonçalves de Matos, Cetep, AA Vida, Joaquim Nabuco, Dona Antônia Valadares.

Mais informações com a professora Paula Oliveira pelo telefone: (37) 9.8408-1669

banner zeostravelling 2017 468x60

Uemg abre inscrições para curso de extensão em Libras

  • Escrito por Jornal Agora

uemgEstão abertas, até o dia 10 de agosto, as inscrições para o curso de extensão de formação complementar em Libras (Língua Brasileira de Sinais), que será oferecido pela Uemg Unidade Divinópolis. As informações são da assessoria de comunicação da universidade.

O curso é voltado para professores das redes pública municipal e estadual e particular de ensino, bem como profissionais liberais, acadêmicos e demais interessados em aprender Libras.

Com 60 horas/aula, o curso será iniciado no dia 12 de agosto e encerrado no dia 28 de outubro. Serão realizados dez encontros, sempre aos sábados, das 8h às 13h, na Uemg Unidade Divinópolis. A composição curricular do curso conta com módulos sobre cumprimentos, calendário, verbos e animais e profissões.

Serão oferecidas 40 vagas. As primeiras 40 inscrições serão selecionadas – as demais ficarão na lista de espera.

O valor do curso é R$ 50,00, com pagamento único ou em duas vezes de R$ 25,00 – uma no primeiro dia de aula e outra em setembro. A renda do curso será destinada à construção da sede da Sociedade dos Surdos de Divinópolis.

Confira o edital completo do curso no site divinopolis.uemg.br.

Divinópolis é 5ª cidade com mais leitores em Minas, aponta pesquisa

  • Escrito por G1

livraria em divinopolisDivinópolis é a quinta cidade mineira com o maior número de pessoas que afirmam gostar de ler. O município do Centro-Oeste registrou 55,08% de fãs declarados da leitura, atrás apenas de Teófilo Otoni (58,72%), Poços de Caldas (57,47%), Juiz de Fora (58,59%) e Belo Horizonte (63,14%). O levantamento foi realizado em 2015 pela Data Cultura, com recurso da Secretaria de Estado de Cultura. O resultado foi publicado em um livro cujo título alcança a metalinguagem: "O Livro em Minas Gerais", editado pela Câmara Mineira do Livro.

De acordo com o organizador da obra, Zulmar Wernke, a cidade do Centro-Oeste possui a vantagem de ficar perto de Belo Horizonte, a 117,7 quilômetros. Outro ponto positivo é o fato de ser uma cidade universitária. "O município tem bons índices de escolaridade, destacando-se o elevado número de pessoas com graduação e pós-graduação, que é de cerca de 17% da população estimada em 228.643 habitantes", avaliou.

Outro fator apontado como responsável pelo resultado é o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de Divinópolis, que é de 0,764 e indica um crescimento da renda, da escolaridade e da longevidade da população, colocando o município na 304ª posição no ranking das cidades brasileiras e na 21ª posição das cidades de Minas. São 146 escolas públicas e particulares, sendo que 112 possuem bibliotecas. Há ainda uma biblioteca pública e uma universitária, além de cerca de oito faculdades particulares.

Segundo a pesquisa, os divinopolitanos leem 2,53 livros ou partes de livros, em média, a cada três meses. Índice que está acima das médias nacional (1,85) e mineira (1,62). "O perfil da população explica, em parte, este resultado positivo. Há predomínio de pessoas com escolaridade acima do ensino médio e superior. Outro fator importante que propicia um bom índice de leitura na cidade refere-se a sua infraestrutura cultural, com museu histórico, teatro, salas de cinema e circulação de jornais", Wernke.

Livrarias e sebos impulsionam mercado

Alunos e professores da Uemg fazem ato público em Divinópolis

  • Escrito por Portal Centro Oeste

alunos uemg divinopolisCerca de 40 alunos e professores da Universidade Estadual de Minas Gerais (Uemg) se reuniram, no último sábado (16), na Praça do Santuário, no Centro de Divinópolis, e formaram uma comissão para discutirem maneiras mais criativas de mobilizações. O ato público foi contra a decisão do Estado de demitir o corpo docente e não renovar os contratos automaticamente.

Os alunos estão preocupados com o possível atraso no início das aulas, previsto para março, devido a não renovação dos contratos do corpo docente. Nesta sexta-feira (15) os estudantes se reuniram na unidade para discutirem sobre uma possível ocupação do prédio. Porém, eles irão aguardar a reunião do Diretório Acadêmico (DA) com o reitor, Dijon Moraes Júnior e com o subsecretário de ciência, tecnologia e ensino superior, Márcio Pontes. A reunião está marcada para esta segunda-feira (18).

Leia também: Governo mineiro irá atrasar o pagamento dos servidores estaduais

Caso o governo não apresente nenhum sinal positivo para reverter a decisão da Secretaria de Estado da Casa Civil e Relações Institucionais, a ocupação da unidade voltará para a pauta dos estudantes.

O caso

Notícias de DiviCity

Tecnologia

Seções

Redação

Baladas

REDES SOCIAIS