Menu

Banner Zeos Travelling

TwitterFacebookPinterestGoogle+

Banner Zeos Travelling

aviao em aeroporto divinopolisEm dois anos e meio de funcionamento, uma escola de aviação criada em Divinópolis já formou 120 pilotos. Com oito aviões monomotores modelo Cessna 152 e autorizada a funcionar pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a empresa planeja a expansão do ensino aeronáutico, com cursos para comissário de bordo e manutenção de aeronaves. O G1 visitou a escola, entrevistou alunos e participou de uma aula prática de voo.

O curso completo custa cerca de R$ 18 mil. Para iniciar as aulas na Escola Mineira de Formação de Aviadores (Emfa), única desse segmento na cidade, é preciso ter no mínimo 18 anos de idade, ensino médio completo e ter boa saúde. Não há diferenciação por sexo, mas o número de alunos do sexo masculino tem sido maior.

O curso tem duas etapas, uma teórica e outra prática. Na primeira, são ensinadas cinco matérias técnicas que o aluno faz em sala de aula ou mesmo em casa. A parte prática é feita no Aeroporto Brigadeiro Cabral.

O instrutor Alexandre Augusto Lobato de Oliveira é um dos professores. "Resumidamente, na aula teórica são ensinados metrologia, navegação, regulamento de tráfego aéreo, conhecimentos técnicos em motores e teoria de voo. Na parte prática são três etapas: a pré-solo, a de aperfeiçoamento e por fim a de navegação, num total de 40 horas para se tornar piloto privado. Tem que estudar bastante", explicou.

Sonhos de ensinar

Empresário de aviação, Altamirando Ribeiro Silva contou que abriu a escola junto com um irmão. "Depois de 60 anos trabalhando na aviação brasileira, ele como piloto do governo e eu como executivo de uma empresa, resolvemos abrir essa escola após sermos incentivados por amigos do ramo", contou.

Os irmãos percorreram várias cidades mineiras em busca do lugar ideal para abrir a escola. Ao final, tinham duas opções. "Estávamos em dúvida entre montar essa escola em São João del Rei ou Divinópolis. Optamos por essa última e não erramos. É um local ideal para o ensino prático".

Com local definido para operar, os empreendedores da aviação fizeram um investimento inicial de R$ 8 milhões, a longo prazo. "Aplicamos esse valor na construção do hangar e na compra dos aviões. Não foi fácil conseguir esse espaço no aeroporto, porque ele já estava todo ocupado. Tivemos sorte de ter nossa iniciativa bem recebida por parte da Prefeitura de Divinópolis, que nos apoiou e nos conseguiu um bom espaço ao lado da pista. Pediu-nos apenas que, durante a construção, déssemos preferência para o comércio local".

A preferência foi dada. Toda a escola foi construída com insumos comprados na cidade. Altamirando, inclusive, mudou-se para a sede da escola no aeroporto. Um dos cômodos foi transformado em um quarto que o empresário chama de "casa".

Ele afirma que a qualidade do aeroporto tem melhorado. "Com o início dos voos regulares da Azul Linhas Aéreas, a segurança melhorou muito. Agora temos uma equipe de bombeiros sempre à disposição".

Para o futuro, o empresário planeja o início de dois novos cursos: de comissário de bordo e manutenção de aeronaves. "O mercado aeronáutico é muito amplo e temos percebido uma carência muito grande desses dois tipos de profissionais na nossa região. Queremos formar comissários e mecânicos de qualidade aqui", comentou. Ainda não há, porém, uma previsão de quando esses cursos serão oferecidos.

Sonho de aprender

Quem sonhava em se tornar um piloto aprova a abertura de uma escola na cidade. Márcio Leão, uma dessas pessoas, diz que estudar para piloto tem sido uma experiência interessante. "Eu já conhecia a escola, quando começou a funcionar. Gostei e agora voltei para fazer a parte prática. Estou na minha 11ª aula. Ao todo preciso fazer 40 horas de voos. Pretendo concluir até outubro", comentou.

José Carlos de Souza Júnior já é piloto formado. "Comecei com ultraleves em 2009, já me formei para piloto privado e agora estou fazendo o curso de piloto comercial em Divinópolis. Estou na batalha para crescer cada vez mais na aviação", contou.

O experiente aluno dá dicas a quem tem interesse em iniciar na aviação. "Tem que estudar muito e ser bastante dedicado, fazer todas as etapas e manter a saúde em dia, principalmente a saúde mental. Também é bom não fazer nada com pressa e sim desenvolver as tarefas num tempo cabível", afirmou.

Notícias de DiviCity

Tecnologia

Seções

Redação

Baladas

REDES SOCIAIS