Menu

Zeos Travelling Agência de Viagens

TwitterFacebookPinterestGoogle+

clinica para drogados em divinopolisApós uma fiscalização que causou a interdição de uma clínica para recuperação de dependentes químicos na comunidade de Boa Vista, na zona rural de Divinópolis, o local foi desativado e todos os internos buscados pelos familiares. Várias irregularidades foram encontradas no local e as denuncias de maus-tratos estão sendo investigadas pela Polícia Civil.

A Prefeitura de Divinópolis informou que a clínica alvo da operação já foi desativada. A Vigilância Sanitária identificou a falta de alvará de localização e sanitário, além da internação compulsória.

Ainda de acordo com a Prefeitura, as 20 clínicas cadastradas em Divinópolis foram fiscalizadas. O trabalho de vistoria continua em parceria com a Polícia Militar. As clínicas irregulares terão que pagar multa caso descumpram as normas.

O Ministério Público informou que recebeu o resultado da ação e vai analisar a situação. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar as denúncias de maus-tratos e a morte de uma jovem no local também será investigada, além dos castigos estipulados pela clínica aos pacientes.


publicidade

De acordo com a Vigilância Sanitária, havia indícios de tortura no espaço para a recuperação de dependentes químicos. A clínica atendia 42 pessoas e a fiscalização, ocorrida no dia 2 de agosto, foi um pedido do Ministério Público, que recebeu a denúncia. Foi registrado boletim de ocorrência. Várias pessoas foram ouvidas na delegacia e a clínica foi interditada na época.

“A principal irregularidade, que motivou a nossa interdição, foi a permanência involuntária. A nossa legislação é muito clara e fala que este tipo de tratamento só pode acontecer por vontade própria. E nela verificamos que a maioria dos internos queria ir embora, voltar para as famílias, mas estavam sendo proibidos”, explicou na época a diretora da Vigilância em Saúde, Janice Soares.

Notícias de DiviCity

Tecnologia

Seções

Redação

Baladas

REDES SOCIAIS