Menu
Wesley Safadão e mais quatro atrações se apresentam em Divinópolis

Wesley Safadão e mais quatro atraçõ…

Vem ai mais uma parceria organizada po...

Dois homens são presos por comprar drogas em Divinópolis para revender em Marilândia

Dois homens são presos por comprar …

A Polícia Militar foi acionada ...

O caso da passagem aérea falsa da blogueira Gabriela Pugliesi

O caso da passagem aérea falsa da b…

Um dos assuntos mais comentado nas red...

Vale-transporte em Divinópolis sobe para R$ 4,05

Vale-transporte em Divinópolis sobe…

O vale-transporte terá um reaju...

Uma mulher, dois homens: casal conta como o swing mudou suas vidas

Uma mulher, dois homens: casal cont…

Sarah, 35, e Mauro, 45, são cas...

Trio rouba caminhão com carga avaliada em R$ 200 mil em Divinópolis

Trio rouba caminhão com carga avali…

  Três pessoas foram presas ...

Homem é preso com tabletes de maconha em Divinópolis

Homem é preso com tabletes de macon…

Foi preso na madrugada desse sá...

Vestibular da UEMG será amanhã

Vestibular da UEMG será amanhã

Será realizado neste domingo, 7...

Chuvas em Divinópolis faz rio Itapecerica ficar 50 cm acima do eixo

Chuvas em Divinópolis faz rio Itape…

O grande volume de chuvas que caiu na ...

Volta as aulas nas escolas estaduais só depois do carnaval de 2018

Volta as aulas nas escolas estaduai…

A Secretaria de Educação...

Prev Next
TwitterFacebookPinterestGoogle+

feed-image Siga o DiviCity.com
Banner Zeos Travelling

Cidade de Bonfim realiza o tradicional Carnaval a Cavalo

  • Escrito por O Tempo

cavalos bonfim mg 02O tradicional Carnaval a Cavalo de Bonfim, cidade a 90 quilômetros de Belo Horizonte, apresentou seus cavaleiros e amazonas na tarde deste domingo. Este ano a festa acontece na Praça da Matriz, com os participantes se concentrando na praça Sete de Setembro.

A festa começou em 1840 e é mais antiga que a própria cidade, que fica na região central do estado. Por três dias, cavalos ornados e seus condutores fantasiados representam a batalha entre cristãos e mouros, usando confete e serpentina como armas do duelo.


publicidade

Dono de imóvel com foco de dengue será multado em Formiga

  • Escrito por Portal Centro Oeste

mosquito da dengueA partir deste mês, a Prefeitura de Formiga coloca em prática a legislação que prevê multa para o proprietário de imóvel com foco do Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika. A penalidade será aplicada quando houver notificação e, dentro de dez dias, não for eliminado o foco.

Levantamento feito em outubro de 2015 pela Secretaria de Saúde mostra que 86% dos focos estão em residências. A partir deste mês, serão intensificadas as visitas a todos os imóveis do município.

A lei que prevê a multa é de 2011, porém precisava de um complemento, feito por meio de outra lei sancionada em 2015. O valor pode variar de uma a 20 UFPMF’s (Unidade Fiscal Padrão do Município de Formiga). Ou seja, pode ir de R$ 218,7 a R$ 4.374,00 em valores atuais.

“É uma medida dura, mas necessária. Nossa ideia é educar e, em último caso, punir. É para preservar a população. O bem coletivo tem de estar acima dos interesses individuais”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Gonçalo de Faria.

Jovens são flagrados dançando pelados no centro de Bambuí

  • Escrito por TV Bambuí

Grupo de jovens foi flagrado dançando pelados na chuva, na Praça Coronel Tôrres, região central, de Bambuí. Não é possível afirmar quando o vídeo foi gravado.

A Polícia Militar de Bambuí informou que não foi registrada nenhuma ocorrência informando sobre a ação dos jovens, porém caso um indivíduo seja pego pelado em via pública será preso e encaminhado ao Quartel da Polícia Militar de Bambuí.

Segundo o Art. 233 do Código Penal, o ato obsceno em lugar público, aberto ou exposto ao público tem pena de detenção, de 3 meses a 1 ano, podendo ser convertido em multa.

Assista ao vídeo


publicidade

Bom Despacho aplica verba do carnaval em estrutura para Samu

  • Escrito por G1

samu credito da foto 2 marcus ferreira 1Depois de confirmar o cancelamento do carnaval em 2016 alegando dificuldade financeira, a Prefeitura de Bom Despacho afirmou nesta terça-feira (12) que os cerca de R$ 40 mil economizados com a não realização da festa foram investidos na construção do espaço que abrigará ambulâncias e socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Já foram investidos R$ 150 mil dos cofres municipais, segundo a Prefeitura. A previsão é de que o Samu seja implantado na cidade em junho deste ano.

De acordo com a secretária de Saúde de Bom Despacho, Neide Braga, passa por reforma, atualmente, o espaço destinado ao Pronto Atendimento Municipal (PAM). O trabalho é feito em parceria com um consórcio que envolve vários municípios com o compromisso de adquirir ambulâncias, equipar centrais de atendimento e treinar equipes de resgate. "Já foram selecionados oito profissionais, quatro motoristas socorristas e quatro técnicos de enfermagem", informou.

Leia também: Cidades do Centro-Oeste buscam alternativas para carnaval

publicidade

O total investido pela Prefeitura até o momento soma os R$ 40.000 economizados com o cancelamento do Carnaval a outros R$ 110.000 pagos ao consórcio regional que busca implantar o Samu em várias cidades do Centro-Oeste. "A Prefeitura investe cerca de R$ 12.000 mensais em equipamentos, instalações e adequações de espaços. Esse é o valor até o momento", finalizou.

Sem folia

A decisão de não realizar o carnaval foi tomada entre o prefeito Fernando Cabral e os blocos carnavalescos de Bom Despacho. Diante da crise econômica, o Executivo informou que prefere conter os gastos. "A cidade não quer gastos desnecessários a não ser que apareça uma parceria muito boa para isso", informou em nota.

Belo Horizonte pode ganhar trem para percorrer o 'roteiro da cerveja'

  • Escrito por O Tempo

cervejaria belohorizonteImagine passear pelo bairro Belvedere e seu entorno, na região Centro-Sul da capital, em um trem que te levaria a conhecer uma das mais tradicionais fábricas de cerveja artesanal de Minas Gerais. Certamente, este seria considerado um passeio dos sonhos para muitos mineiros, que poderão apreciar a bebida viajando até a “fonte”.

A ideia, no entanto, pode deixar o imaginário e se tornar realidade, a partir de 2016. O projeto “Trem da Cerveja do Belvedere” pretende viabilizar um roteiro turístico diferente com destino à cervejaria Backer, mas tem como objetivo maior a revitalização e preservação dos 2,5 km de malha ferroviária sem utilização que corta a região.

Implantada na década de 1970 para o transporte de minério de ferro da Mina de Águas Claras, o trecho foi desativado em 2003, com o fim da exploração mineral na região. Desde então, os 12 km de linha férrea começaram a se degradar e até a serem destruídos, sobrando apenas 2,5 km utilizáveis, após intervenção do Ministério dos Transportes, em 2010.

Leia também: Cervejaria alemã Hofbräuhaus deve abrir em novembro em Belo Horizonte

A intenção inicial era transformar a linha em uma opção de transporte de passageiros na região metropolitana de Belo Horizonte, ligando o Belvedere ao Barreiro. Mas, como a proposta demanda tempo e recursos, o “Trem da Cerveja do Belvedere” surgiu como uma primeira ação para preservação. “O objetivo principal é esse: preservar o caráter ferroviário desta área, através de um projeto inicialmente turístico”, explica o presidente do Instituto Cidades, André Tenuta, uma das oito entidades idealizadoras do projeto.

Saiba mais. A proposta é recente, idealizada em setembro deste ano, e está sendo coordenada pela Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte (AMRBH). Assim que for finalizado, o projeto será apresentado à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que dará ou não autorização para o funcionamento do trem turístico.

Morador monta tenda na rua e distribui livros em Oliveira

  • Escrito por G1

biblioteca de rua morro do ferro mgUm morador de Morro do Ferro, Distrito de Oliveira, realiza há dois anos uma ação a fim de estimular a leitura na comunidade. Ele coloca ao ar livre uma prateleira com mais de 150 obras para que as pessoas simplesmente peguem sem cerimônia. Nesta quinta-feira (24), 100 livros foram doados.

De acordo com Ildeano Silva, que é o idealizador do projeto "Livros na Rua", a ação começa pela internet, onde há uma mobilização para que as pessoas doem livros inutilizados. "Divulgamos na internet essa campanha e pessoas de várias partes da região doam. Em seguida a gente disponibiliza para os moradores no período de Natal. Inclusive, é uma ideia para quem quer presentear sem gastar nenhum centavo", disse.

publicidade

A ação ocorre desde o ano passado, quando foram doados cerca de 200 unidades. "É uma forma que encontrei de disseminar a leitura de livros. Mesmo com esse avanço da internet e facilidades de acesso a qualquer tipo de leitura pelo computador, o livro ainda não perdeu esse encanto", destacou. Muita gente que passou pela Avenida José Silveira e viu a tenda montada na porta da casa do morador se surpreendeu. A cabeleireira Liliane Fernandes disse que passava pela avenida para ir em uma loja, mas acabou parando para conferir a iniciativa.

"Eu ainda perguntei quanto eram os livros, foi aí que tive a surpresa. É uma iniciativa muito bacana e muito importante, principalmente no nosso distrito, onde não temos livrarias. Peguei um livro para mim, meu filho também escolheu um e eu faço questão de ler pra ele. Peguei também um livro para minha mãe e um para minha cunhada. Acabei presenteando sem gastar nada. Muito legal mesmo essa oportunidade", contou.

Desta vez, segundo Ildeano, sobraram alguns livros e, por isso a intenção é fazer outra ação em janeiro, durante um encontro de motociclistas que ocorre no distrito.


publicidade

Notícias de DiviCity

Tecnologia

Seções

Redação

Baladas

REDES SOCIAIS