Menu
O casal que ganha uma fortuna para viajar pelo mundo - e matar as pessoas de inveja

O casal que ganha uma fortuna para …

Collette e Scott Stohler têm uma c...

Criminosos explodem agência bancária e atiram contra policial em Oliveira

Criminosos explodem agência bancári…

Criminosos explodiram uma agência ...

Prefeito de Divinópolis explica revisão da planta de valores no São José

Prefeito de Divinópolis explica rev…

O Prefeito de Divinópolis, Gali...

Manifestantes protestam contra reforma previdenciária em Divinópolis

Manifestantes protestam contra refo…

Manifestantes se reuniram na tarde desta...

É possível viajar com orçamento baixo? Brasileiros acreditam que sim

É possível viajar com orçamento bai…

De acordo com levantamento mundial reali...

Governo oferece cursos grátis de Excel, inglês e espanhol

Governo oferece cursos grátis de Ex…

A Escola do Trabalhador é uma pla...

Qual conceito de lar para quem tem a casa na mochila?

Qual conceito de lar para quem tem …

Viver viajando. Rodar o mundo e trabalha...

Lei obriga Prefeitura de Divinópolis a divulgar destinação de recursos recebidos através de emendas parlamentares

Lei obriga Prefeitura de Divinópoli…

Os vereadores de Divinópolis apro...

Empreendedores ganham espaço com atendimento personalizado em Divinópolis

Empreendedores ganham espaço com at…

A correria do dia a dia faz com que mu...

Condutor atinge motociclista e foge em Divinópolis

Condutor atinge motociclista e foge…

Uma motociclista, que não teve a ...

Prev Next
TwitterFacebookPinterestGoogle+

MG 050 em DivinopolisDepois que o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), disse nesta segunda-feira (14) que abriria as cancelas de pedágio da MG-050 caso as obras na rodovia não fossem retomadas nesta semana, a concessionária do trecho, AB Nascentes das Gerais, revidou a crítica e culpou o governo pelo atraso. Em nota enviada à imprensa, a empresa disse que o andamento dos trabalhos no local depende de aprovação dos projetos executivos e obtenção de licenças junto aos órgãos estadual e federal.

O pronunciamento de Pimentel aconteceu durante o Fórum Regional realizado em Passos, no Sul de Minas. Na ocasião, o governador chamou de teimosa a concessionária responsável pela MG-050, que corta cidades do Centro-Oeste Mineiro, como Divinópolis, mas começa em Juatuba, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e segue até São Sebastião do Paraíso, no Sul de Minas.

Por meio da assessoria de imprensa, a empresa respondeu à intimação verbal e culpou os governos estadual e federal pelo atraso na execução das obras. O novo cronograma de obras da MG-050, pactuado por meio do sétimo Termo Aditivo ao Contrato (TA7) entre a AB Nascentes das Gerais e a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (SETOP), foi iniciado no dia 9 de maio deste ano.

LEIA TAMBÉM: MG-050 já recebeu R$ 90 milhões de investimentos

O G1 tentou nesta terça-feira (15) contato com o Governo de Minas para tratar da crítica feita pela concessionária da MG-050, mas não obteve retorno até esta publicação.

Promoção de viagemAinda segundo a assessoria da Nascente das Gerais, em 31 de julho de 2017, a concessionária obteve autorização para início dos trabalhos de prospecção arqueológica, emitida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) de Brasília após 10 meses de solicitação. No entanto, a emissão definitiva da Licença Ambiental de Instalação pela Superintendência Regional de Meio Ambiente (Supram), órgão vinculado à Secretaria do Meio Ambiente de Minas Gerais, continua pendente.

A empresa informou ter formalizado um requerimento na Supram de Divinópolis em 23 de novembro de 2016. Por regulamentação, o órgão teria prazo de 365 dias para se manifestar sobre o pedido. A concessionária disse que depende da emissão de todas as licenças definitivas emitidas para dar segmentos às obras na rodovia.

O G1 entrou em contato com a Supram/Divinópolis, mas a atendente informou que nenhum responsável estava no local para falar sobre o assunto.

RETOMADA PARCIAL DAS OBRAS

Conforme a concessionária, com o objetivo de viabilizar o início das obras, foi solicitado à Supram uma licença provisória que permitisse a instalação do canteiro de obras e o início dos serviços preliminares, o que foi concedido na quarta-feira (9) com restrição em áreas de preservação permanente.

Com essa autorização, a empresa começou a mobilizar nesta segunda-feira funcionários e equipamentos para a construção da nova ponte sobre o Rio Pará, em Divinópolis, e implantação da trincheira no entroncamento da MG-050 com a Avenida Arlindo Figueiredo e duplicação entre os quilômetros 357,2 e 358,1, em Passos. Em Capitólio, essa mobilização se deve ser iniciada até o final desta semana para a implantação de terceira faixa do km 296,7 ao km 298,8 e melhoria de traçado entre os quilômetros 297,15 e 298,2.

Notícias de DiviCity

Tecnologia

Seções

Redação

Baladas

REDES SOCIAIS