Menu
TwitterFacebookPinterestGoogle+

feed-image Siga o DiviCity.com
Banner Zeos Travelling

Minas terá a maior planta de energia solar do continente

  • Escrito por O Tempo

painel solar desenvolvido em belo horizonteMinas Gerais terá, nos próximos três anos, a maior planta de energia solar da América Latina em Pirapora, no Norte do Estado. A empresa Sunew, inaugurada há menos de um mês na capital mineira, é a única do país – e das Américas – a produzir células fotovoltaicas em material flexível em vez de placas rígidas. A célula é o dispositivo que capta a luz do sol e a transforma em energia elétrica.

A espanhola Solatio Energia é a maior investidora em energia solar do país. No último leilão de energia de reserva de 2015, realizado neste mês pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a empresa investiu R$ 600 milhões na ampliação da capacidade do projeto da usina geradora de Pirapora. Somando esse valor ao que já investiu antes, a Solatio terá aplicado no empreendimento, que deve começar a gerar energia em 2018, mais de R$ 1,3 bilhão. A usina de Pirapora atingiu, com esse crescimento, uma capacidade de produção de 240 megawatts (MW).

Outro investimento que pode ser feito no Estado é a instalação de uma usina de energia fotovoltaica. A Cemig divulgou em agosto interesse em investir R$ 4 bilhões no projeto. “A Efficientia (empresa da Cemig) atua em projetos de geração distribuídas com fotovoltaica, como os condomínios em associação com o grupo Algar, em Uberlândia, e, na UniverCemig, a viabilização da conexão de usina solares à rede de empresas vencedoras do leilão de energia renovável”, diz o presidente da Efficientia, Alexandre Heringer.

Estado admite que pode não pagar piso aos professores em 2016

  • Escrito por O Tempo

greve professoresO governo do Estado pode não honrar o acordo com os professores e não aplicar o piso nacional da categoria, previsto a partir de janeiro do próximo ano. O motivo é o limite constitucional com gastos com o funcionalismo. O alerta foi feito pelo secretário-adjunto da Secretaria de Estado de Planejamento (Seplag), Wieland Silberschneider, em uma audiência pública da na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais (ALMG) na última quinta-feira (19).

Diante da possibilidade, a presidente do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-Ute) e presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT-MG), Beatriz da Silva Cerqueira, avisou que o problema pode significar “que o ano letivo não vai começar”.

Wieland explicou que o governo já atingiu o limite prudencial imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal por comprometer, já desde setembro, 48,7% do orçamento com pagamento de pessoal. Caso atinja 49% - o que ele calcula que alcançará em dezembro -, o Estado fica impedido de conceder aumentos. “O governo pactuou esse compromisso (seguir o aumento do piso nacional) e vamos ter que discutir em termos legais como enfrentar esta situação, caso ela se confirme”, disse ele sobre a previsão de reajuste do salário da categoria. Durante a reunião, Beatriz Cerqueira havia advertido para a estimativa de um aumento de quase 12% no piso nacional.

A sindicalista avisou ao secretário-adjunto que o pacto assinado com o governo pelos professores, só foi assinado em função do conjunto de propostas. “Parte desse conjunto não pode ser rompida. É preciso se pensar para não chegar em janeiro e nos depararmos com a ruptura do acordo” - afirmou. O deputado Rogério Correia (PT) disse que o entendimento da legislação é clara: “o reajiuste do piso nacional deverá ser aplicado aos professores”.

publicidade

Além do aumento dos professores, segundo Wieland o Executivo está com dificuldades de garantir o pagamento do 13º para os servidores. Ele disse que a dificuldade econômica do Estado é fruto de herança deixada pelo governo anterior. Lembrou que a aprovação tardia do orçamento, apenas em abril, também foi outro fator que complicou a disponibilidade de recursos. “Foi um ano atípico”, justificou.

O secretário-adjunto disse que o governo está comprometido com o que foi acordado com os professores. Garante a nomeação de 60 mil concursados ao longo dos quatro anos de mandato e está avaliando a possibilidade de incrementar esses números para ampliar o número de efetivos. Essa foi uma das demandas apresentadas pelos participantes da audiência pública, cuja finalidade foi fazer um balanço sobre o que já foi implementado do que foi acordado em negociações realizadas de março a maio.

Em nota, a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) afirmou que o governo está comprometido com o que foi acordado com os professores e está atuando para criar as condições financeiras legais para garantir o reajuste dos salários dos professores de acordo com piso nacional da categoria. “Em razão do Estado de Minas Gerais ter atingido o limite prudencial imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal, a Lei estabelece diversas restrições para novas concessões de aumentos. Gestores e técnicos das secretarias de Planejamento e Gestão, Fazenda, Educação e Casa Civil já estudam alternativas para solucionar o problema”, informou.


publicidade

Rede MartMinas de Divinópolis vai abrir 4 lojas em 2016

  • Escrito por O Tempo

felipi martins do martminasCom 17 lojas do tipo atacarejo – aquela que vende tanto no atacado quanto para o consumidor final – a rede mineira Mart Minas, nascida em Divinópolis, continua com o plano de expansão mesmo em tempos de economia adversa no país. “São mais quatro unidades para o ano que vem – Uberaba, Pouso Alegre e tem mais duas unidades que ainda não divulgamos as cidades”, conta o diretor comercial do Mart Minas, Filipe Martins. Como são necessários de 130 a 140 empregados por loja, Martins calcula que serão contratados entre 400 e 500 funcionários com esses novos pontos. Eles vão fazer parte de um quadro que já tem 2.500 colaboradores.

Neste ano, a empresa abriu mais dois espaços no Triângulo Mineiro – um em Araguari e um segundo em Uberlândia. São unidades com 5.000 m² e 6.000 m² de área de vendas. “Cada uma tem 10 mil itens, e as outras são do mesmo padrão. É uma loja grande, boa para o segmento”, explica o executivo, que participou da Superminas, evento da Associação Mineira de Supermercados (Amis), que aconteceu no Expominas, em BH.

Leia também: Conheça Ricardo Nunes, o dono da Ricardo Eletro

Planos para crescer. A capilaridade do negócio é parte frequente da estratégia da empresa para crescer. “Nos últimos quatro anos, tivemos uma média anual de abertura de três a quatro lojas e queremos manter essa média para os próximos anos”, avisa Martins.

Supermercado

Cervejaria alemã Hofbräuhaus deve abrir em novembro em Belo Horizonte

  • Escrito por Revista Encontro

cervejaria hofbraus de belo horizonteEm abril deste ano, o portal da Revista Encontro noticiou em primeira mão a chegada a Belo Horizonte da primeira filial na América Latina da tradicional cervejaria alemã Hofbräuhaus. Com os jovens empreendedores Bruno Vinhas, Francisco Vidigal e Henrique Rocha à frente do negócio, a "casa que vende cerveja Hofbräu", cuja sede fica em Munique, na Alemanha, deve abrir as portas no dia 23 de novembro.

A Hofbräuhaus possui unidades na Austrália, China e Estados Unidos, e, em BH, a cervejaria está instalada num casa de 1011 m² na avenida do Contorno 7613, no bairro Cidade Jardim, zona centro-sul da capital, ao lado da praça Desembargador Ayrton Maia. O conceito do espaço segue a lógica do brewpub, ou seja, a produção da cerveja se dá no mesmo lugar em que o público pode consumir iguarias da culinária alemã.

Leia também: Três cervejas brasileiras são as melhores do mundo em premiação

publicidade

A cervejaria possui o cardápio típico da região da Baviera, o maior estado da Alemanha, e que faz divisa com a Áustria. O menu foi preparado pelo gastrólogo e chef alemão Rocco Küffner. A produção da cerveja fica sob o comando do mestre cervejeiro mineiro Carlos Henrique Faria de Vasconcelos.

História

A Hofbräuhaus é uma das cervejarias mais famosas e antigas do mundo. Fundada em 1589 pelo duque William V da Baviera, a intenção era deixar de comprar cerveja da região da baixa Saxônia. Apenas em 1828 a cervejaria foi aberta ao público.

A casa é famosa também por ter iniciado a Oktoberfest, a grande festa da cerveja, em 1810, como marco da celebração do casamento do rei Ludwig I da Bavária.

Durante a Segunda Guerra Mundial, toda a estrutura da cervejaria foi destruída num bombardeio em Munique, e foi reconstruída em 1958.


publicidade

Bom Despacho pode ter fábrica de aviões

  • Escrito por G1

aviao modelo g flyO prefeito de Bom Despacho, Fernando Cabral (PPS), enviou nesta segunda-feira (9) à Câmara Municipal, um projeto de lei que prevê a concessão de benefícios para instalação de uma fábrica de aviões na cidade. A empresa beneficiada é a G-Fly Indústria Aeronáutica, especializada em fabricação de monomotores e que possui sede em Barra do Choça, na Bahia.

O Legislativo confirmou o recebimento do projeto e informou que os vereadores deverão ler a proposta durante a reunião desta segunda-feira, para decidirem se ela será ou não colocada em votação. Empresa foi procurada e não atendeu contatos do G1.

Leia também: Nova Serrana é a 10ª cidade que mais gerou empregos no Brasil em 2015

publicidade

De acordo com o projeto, a Prefeitura doará à G-Fly um terreno dentro do Aeroporto Municipal. "A fábrica de avião é um símbolo das grandes conquistas que Bom Despacho está vivendo. É uma indústria limpa, com baixo consumo de energia elétrica e que cria empregos de alta qualificação. Além disto, coloca Bom Despacho em posição de destaque no cenário nacional", disse o prefeito Fernando Cabral.

Ainda de acordo com a Prefeitura de Bom Despacho, por meio de nota, a empresa também deverá atuar também na manutenção de aeronaves. "Isto aumentará o fluxo de pilotos e empresas na cidade e fomentará a economia de restaurantes, hotéis e outros setores", pontuou.

A Câmara de Bom Despacho confirmou o recebimento do projeto e afirmou que ele será apresentado ainda nesta segunda-feira e encaminhado às comissões da Casa, que deverão analisá-lo na quarta-feira (11). Ainda não há previsão de quando ele deverá ser votado.

Nova Serrana é a décima cidade que mais gerou vagas formais no Brasil em 2015 e lidera o ranking mineiro

  • Escrito por O Tempo

Nova SerranaApesar das dificuldades econômicas, cidades do interior do país conseguiram registrar saldo positivo nas vagas com carteira assinada neste ano. Entre as 30 maiores cidades na geração de postos de trabalho, 29 estão no interior do país. Das capitais, apenas Goiânia conseguiu o feito de estar no ranking de criação de vagas. Conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), essas 30 cidades registraram 63 mil novos postos de trabalho no intervalo de janeiro a agosto deste ano, enquanto que no mesmo período foram eliminadas no país 573 mil vagas. Nos últimos 12 meses finalizados em agosto, o mercado de trabalho formal no país reduziu 986 mil vagas.

O que ajudou na geração do emprego neste ano foi a agropecuária, que tem destaque em 12 cidades. Todas as cidades mencionadas possuem mais de 30 mil habitantes. A cidade mineira mais bem colocada na geração de vagas no país foi Nova Serrana (região Centro- Oeste). O conhecido polo de produção de calçados ocupou o 10º lugar no país e o 1º no Estado, com 2.168 vagas.

No país, coincidentemente, outra cidade produtora de calçados ocupou a primeira posição, Franca, no interior de São Paulo.

O coordenador do curso de ciências econômicas do Centro Universitário Newton Paiva, Leonardo Bastos Ávila, observou que o impacto da redução da atividade econômica não é sentido com a mesma intensidade nos municípios brasileiros. “Vai depender da relevância de alguns setores na economia das cidades. O fato é que os impactos da crise estão bem espalhados pelos segmentos da economia. O único setor que vem sentindo menos é o agronegócio”, observa.

Estado. Entre as cidades que mais geraram vagas em Minas, algumas tem forte presença do agronegócio, com destaque para a produção de café, como Patrocínio, que ocupou o terceiro lugar entre as cidades que mais criaram vagas no Estado, seguida por Três Pontas. Machado também foi destaque e ocupou o sétimo lugar.

Notícias de DiviCity

Tecnologia

Seções

Redação

Baladas

REDES SOCIAIS