Menu
TwitterFacebookPinterestGoogle+

sada cruzeiro comemorando tituloA temporada mal começou e o Sada Cruzeiro continua levando todas as taças que podem, sem dar chance para seus adversários.

A vítima da vez foi o Funvic-Taubaté-SP, que caiu por 3 a 0 (33/31, 25/14 e 25/21) na final da Supercopa Brasil, decidida nesta sexta-feira em Itapetininga (SP). O ponta cubano Leal foi, mais uma vez, um dos grandes responsáveis pela vitória, com grande potências nos saques e ataques. Este foi o terceiro campeonato conquistado pelo time do técnico Marcelo Mendez, antes mesmo da Superliga começar. Antes da Supercopa, o Cruzeiro já tinha conquistado o Mineiro e o Mundial.

publicidade

A Supercopa, criada recentemente pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), era o único torneio que ainda não fazia parte do hall de conquistas do time do Barro Preto.

Leia também: Há esperança? É mais fácil o Galo ser campeão do que ganhar na loteria

Desta forma, o time celeste reforça o fato de ser o time a ser batido no campeonato nacional, que começa neste sábado. Ninguém no torneio entra com tamanho poder quanto o clube do Barro Preto.

Notícias de DiviCity

Tecnologia

Seções

Redação

Baladas

REDES SOCIAIS