DiviCity

Segurança

Foi uma grande tragédia', diz sobrevivente de acidente com lancha em Angra

Abalada e chorando, uma das vítimas do acidente com uma lancha, que deixou dois mortos em Angra dos Reis (RJ), contou à mãe, Léa Martinez, os momentos de terror que viveu na tarde desta sexta-feira (30).

A advogada Camila Précoma, de São José dos Campos (SP), foi atingida pela embarcação desgovernada e teve fratura exposta nos dois pés. No áudio que mandou para a mãe, ela descreveu o acidente como 'uma grande tragédia'.

Ela e um grupo de cerca 50 amigos, quase todos de São José dos Campos (SP), participavam de uma excursão para Ilha Grande. O grupo viajou para o RJ de ônibus e lá alugou uma escuna para ir a uma região conhecida como Lagoa Azul. Segundo o organizador do passeio e amigo das vítimas, Lucas Ramos, eles sempre se reuniam no local.

Camila estava acompanhada do marido, o advogado Vitor Carvalho, e do filho Miguel, de 2 anos. A criança estava no colo da mãe no momento do impacto. O menino e o marido da vítima não sofreram ferimentos.

Camila está internada e passou por uma cirurgia no fim da tarde desta sexta, quando teve um dedo do pé direito amputado. O quadro clínico dela é considerado estável e a expectativa é que ela fique em observação até domingo (1º), para depois ser transferida para um hospital em São José dos Campos.

Acidente

A família e os demais ocupantes da escuna faziam fotos fora da embarcação quando a lancha desgovernada os atingiu. "Miguel estava no meu colo, não aconteceu nada, ele está intacto, Vitor [marido] também. Essa mensagem é para pedir oração", disse Camila à mãe.

Ela relembrou o momento do impacto. "Era muito grande a lancha que nos atropelou. Só lembro que ela veio de lateral, vi que ele [piloto] tentou fazer uma curva, empurrei com a mão, mas senti meus dois pés passarem na hélice", afirmou Camila. (ouça áudio abaixo)

O amigo do casal, Alexandre da Silva Leite, também foi atropelado e morreu na hora. Walkiria de Almeida Barros, de 29 anos, chegou a ser levada para o Hospital Geral da Japuíba, mas também não resistiu. Alexandre era do Rio de Janeiro e Walkiria de São José.

Outra vítima é Natacha de Oliveira, de 27 anos, também teve fratura expostas no pé. Ela está no Hospital Geral da Japuíba.

Condutor

O condutor da lancha se apresentou na 166ª Delegacia de Polícia (Angra dos Reis), onde prestou depoimento. À polícia, ele disse que a embarcação estava com problema no acelerador.

Siga o DiviCity

ASSINA NOSSAS NOTÍCIAS

Receba diariamente as notícias de DiviCity por e-mail

Pesquisa DiviCity.com

Qual o maior problema de Divinópolis?
Banner DiviCity.com
Portugal.Com.Vc tudo para quem quer morar em Portugal

Redes Sociais e Contato

© 2018 DiviCity.com. Todos os direitos reservados.Desenvolvido pela Iniciativa Comunicação Iniciativa

Search