Cadernos Especiais

Empreendedorismo

Com aquisição no Brasil, Unilever estreia em franquias de lavanderias

Lavanderia OMO

A Unilever escolheu o Brasil para sua estreia no ramo de franquias, com a aquisição de uma rede local de lavanderias que renomeará com sua conhecida marca OMO de sabão em pó, como parte da estratégia global de ampliar a exposição ao setor de saúde e higiene pessoal, acelerada após a pandemia da Covid-19.

Com a compra de 123 lojas do Grupo Acerte, por valor não revelado, a gigante britânico-holandesa de bens de consumo amplia a aposta num ramo de negócios inaugurado no país em 2019, quando lançou serviço próprio da marca OMO para lavar e passar roupas em áreas comuns de condomínios residenciais.

Com a aquisição da franquia, que além da marca Quality de lavanderia de alto padrão, tem lavagem rápida no modelo self service, a Unilever também entra no segmento de lavanderia especializada, de itens como tapetes e cortinas, e no de pequenos reparos de roupas. O serviço pode ser encomendado por meio de aplicativo, que inclui a opção de fazer o pagamento.

A meta da Unilever é inaugurar a primeira loja da franquia com a marca OMO já no final de junho, na zona sul da capital paulista. Além da conversão das já existentes, a empresa pretende abrir outras pelos país em locais de grande circulação de pessoas, como shopping centers e hipermercados.

“A ideia é ter a maior franquia do setor no país nos próximos cinco anos”, disse à Reuters o vice-presidente de marketing da Unilever Brasil, Eduardo Campanella, adicionando que o plano contempla a possibilidade de multiplicar a rede de franquias em cerca de quatro vezes no período.

Segundo o executivo, a empresa viu na crescente preocupação do público com higiene, diante da pandemia, o momento certo para deslanchar aqui um plano global que entrou em marcha nos últimos anos, o de ampliar a exposição a negócios de cuidados pessoais e de produtos de beleza, que oferecem margens maiores, enquanto enfrenta crescente concorrência nos negócios de alimentos.

Dona de marcas de alimentos como a maionese Hellmann’s e a linha de sorvetes Kibon, a Unilever suspendeu em abril a meta global de crescimento de 3% a 5% das vendas neste ano, devido aos efeitos da pandemia e indicou foco em produtos como sabão em pó, desinfetantes e outros produtos de limpeza.

De quebra, a Unilever vê a entrada na franquia de lavanderias como oportunidade de expandir receitas pegando carona num nicho subexplorado no Brasil, um de seus principais mercados globais. A empresa detectou que atualmente apenas 4% dos lares brasileiros usam lavanderia especializada e tem expectativa de que esse nível suba para 30% em alguns anos.

Nas contas do Sindicato Intermunicipal de Lavanderias de São Paulo (Sindilav), no Estado existem cerca de 5.225 lavanderias, das quais 4.225 domésticas e 1.000 industriais. Destas, 70% estão localizadas na capital paulista. No Brasil, a entidade estima que o setor conta com 8 mil lavanderias, das quais 6 mil domésticas e 2 mil industriais. O faturamento do setor no país estimado em 2018, segundo dado mais recente disponível na entidade, foi de R$ 5,98 bilhões, dos quais R$ 3,96 bilhões no Estado de São Paulo.

Segundo Campanella, o negócio de franquias aqui deve ser monitorado para eventual expansão para outros dos 163 países onde a Unilever está presente com marca.

“É um piloto da Unilever que pode ser exportável”, disse.

• PUBLICIDADE | AFILIO •

More about: | |

Siga o DiviCity

Pesquisa DiviCity.com

VOCÊ TEM MEDO DO CORONAVÍRUS?
Booking.com
Booking.com

Redes Sociais e Contato

© 2018 DiviCity.com. Todos os direitos reservados.Desenvolvido pela Iniciativa Comunicação Iniciativa

Search