Cadernos Especiais

Turismo

Estônia cria visto para profissional nômade digital

Estônia

Para atrair visitantes e movimentar a economia do país, a Estônia anunciou a criação do chamado “visto nômade digital”. Modalidade de trabalho cada vez mais popular, o profissional nômade digital trabalha online e, portanto, não precisa estar presente em um escritório, cidade ou país específico.

De acordo com uma reportagem da Forbes, para conseguir o visto, os candidatos precisam comprovar uma renda remota estável.

O país aprovou uma nova emenda em sua Lei de Estrangeiros para permitir um visto nômade digital para estadias por um período de até um ano. Ou seja, nove meses a mais do que o visto de turista de três meses permite. De acordo com o ministro do Interior da Estônia, Mart Helme, a criação do visto digital nômade fortalece a imagem do país como um estado eletrônico e, portanto, “permite que a Estônia tenha uma voz mais eficaz em escala internacional.”

• PUBLICIDADE | ZEOS TRAVELLING •

Quase 1.800 pessoas por ano podem ser elegíveis para solicitar um visto nômade digital no país, de acordo com um comunicado. Com 1.977 casos confirmados de coronavírus e 69 mortes, o país reabriu neste mês suas fronteiras para estrangeiros vindos de outros países da União Europeia. Por enquanto, as fronteiras do país estão fechadas para não-europeus.

Outros países europeus também criaram programas de visto para os chamados nômades digitais. A República Tcheca, por exemplo, oferece o “zivno”, um tipo de visto comercial de longo prazo para freelancers e outros trabalhadores autônomos ou remotos. Já Portugal oferece um visto de residência temporária para trabalhadores empresários independentes.

• PUBLICIDADE | PORTUGAL.COM.VC •

More about: | |

Siga o DiviCity

Pesquisa DiviCity.com

VOCÊ TEM MEDO DO CORONAVÍRUS?
Booking.com
Booking.com

Redes Sociais e Contato

© 2018 DiviCity.com. Todos os direitos reservados.Desenvolvido pela Iniciativa Comunicação Iniciativa

Search